UEA anuncia morte do escritor Antero de Abreu

UEA anuncia morte do escritor Antero de Abreu

COMPARTILHE
A A A

A União dos Escritores Angolanos anunciou hoje, em Luanda, o falecimento do seu membro fundador Antero Alberto Ervedosa de Abreu, ocorrido esta madrugada em Viana do Castelo, Portugal, aos 90 anos, por doença.

Num comunicado enviado nesta quarta-feira à Angop, a UEA refere que Antero Abreu nasceu na cidade de Luanda, a 22 de Fevereiro de 1927.

Fez os seus estudos primários e secundários em Luanda, tendo concluído o liceu nessa cidade. Partiu em seguida para Portugal para estudar direito, primeiro em Coimbra e, posteriormente, em Lisboa, onde terminou o curso.

Enquanto estudante em Lisboa foi dirigente da Casa dos estudantes do Império – CEI.

Após a sua formação regressou ao país e exerceu advocacia em Luanda tendo sido, durante o tempo colonial um profuso activista no incremento associativo e cultural de Luanda, destacando-se particularmente a sua actividade no Departamento cultural da Associação dos Naturais de Angola – ANANGOLA e na Sociedade Cultural de Angola onde, para além da sua colaboração literária, esteve ligado à actividade do Cine-Clube, tendo-se tornado um crítico de cinema atento, lúcido e observador.

Fez parte da lista de advogados que defendeu presos políticos em Angola, nos vários processos que se foram sucedendo.

Publicou os seus primeiros poemas no Meridiano, Boletim da Casa dos Estudantes do Império em Coimbra. Possui poemas e contos publicados em diversas revistas e páginas literárias, nomeadamente: Mensagem (CEI), Via Latina, Mensagem (ANANGOLA), Cultura (II), ABC, A Província de Angola, Itinerário, Vértice, e outras mais.

Possui igualmente textos publicados em antologias, nomeadamente: Antologia Poética Angolana (1950), Poetas Angolanos (1959), Antologia Poética Angola (1963), Mákua, III (1963), No Reino de Caliban. Antologia Panorâmica da Poesia Africana de Expressão Portuguesa, Poesia de Angola (1976), Entre a Lua, o Caos e o Silêncio, a Flor (1976).

Foi o segundo Procurador-Geral da República Popular de Angola e exerceu durante vários anos, as funções de Embaixador de Angola em Itália.

É membro fundador da União dos Escritores Angolanos e da Academia de Letras e de Ciências Sociais.

comentários facebook