Por: Hélio Cristóvão

Após ter se tornado viral nas redes sociais um vídeo em que a kudurista Flor de Raíz é alvo de agressão física por uma Mulher, a redacção do PLATINALINE entrou em contacto com a mesma, a fim de entender o ocorrido.
Flor de Raíz começa por dizer que o infortúnio aconteceu na noite de ontem, 20 de Março, quando a mesma ia à busca do seu carro, no hotel Tropicana, onde habitualmente tem estacionado devido à falta de parque de estacionamento no prédio em que mora.

“Fui à busca do meu carro, quando aparece um casal que passava de carro com um outro casal amigo que queria fazer fotografia comigo e, do nada, a jovem começou a implicar comigo, dizendo que não canto nada e que não gosta de mim, foi quando ela desceu do carro e atacou-me. Posteriormente, o marido dela interveio e dizia que não tem nada comigo”, começou por contar.
A kudurista garante que, apesar de conhecer o senhor em causa, têm apenas uma relação cordial.

“Quando apercebi-me que estava a ser filmada, preferi não levantar a minha mão, pois conheço a Lei e sei que violência é crime, se reparar bem o vídeo, vai ver que em nenhum momento levantei a minha mão.”

Para concluir, a cantora lamentou a maneira como os internautas e veículos de comunicação digital difundiram a informação, com legendas que, segundo conta, sujam a sua imagem, e, principalmente, pelo facto de algumas pessoas acharem piada de uma situação tão séria e sensível como agressão física.

“A sociedade perdeu todo o amor ao próximo, não é bom ver as pessoas fazerem piada da coisa, sendo que estava a ser agredida”, lamentou.