- Publicidade -

More

    Alibabá afirma que nenhum artista angolano é “famoso” apenas são “populares”

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Ao que parece, o rapper angolano Alibabá não reconhece artistas angolanos como “famosos”. Na sua rede social do Facebook, o membro do grupo de rappers Killa Hill falou abertamente sobre o referido assunto, tendo considerado que em Angola não existem “famosos” apenas uns mais “populares” que os outros.

    Na ocasião, Alibaba apontou os jogadores Leonel Messi e Cristiano Ronaldo como as únicas pessoas reconhecidas e famosas a nível do mundo.

    “Todo artista angolano é popular, uns mais populares que os outros, não vamos confundir as coisas, famosos nesse planeta vou apenas vos dar duas figuras, Cristiano Ronaldo e o Messi, gajos que por onde passam é Pandemônio, de resto somos mesmo populares, de nada adianta você se achar de famoso, mas se entras na China ou na Índia que são os países com maior número de pessoas no planeta és apenas mais um turista, já essas duas figuras que eu mencionei por onde passam nesse planeta são reconhecidos no mesmo instante, tola dizer, não confundam por favor”, disse.

    O rapper, que é conhecido por se posicionar sobre diversos assuntos sociais e não só, explicou na sua publicação que existem escalões para se alcançar o patamar de “famoso” e aconselhou os artistas nacionais a trabalharem para alcançarem o devido escalão. “Existem escalões, fiquem nos vossos devidos lugares, assanhados, trabalhem mais para serem reconhecidos não em 4 ou 5 países, mas no planeta terra em geral, Ronaldo e Messi”, finalizou.

    A publicação e o parecer do artista gerou aplausos e apreciação de muitos internautas e fãs do rapper.

    Por: Livano Domingos.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    ARMED esclarece sobre proibição do uso de medicamentos antimaláricos que não constam da lista de aprovados pela OMS

    Com base no despacho de proibição, comercialização e consumo de certos medicamentos antimaláricos, a directora-geral da ARMED (Agência Reguladora de Medicamentos e Tecnologias de...

    Filipe Mukenga pensa terminar carreira

    O músico e compositor angolano Filipe Mukenga pensa pôr fim a sua carreira de quase 60 anos, anunciou, nesta quinta-feira, o artista na sua...

    Morreu Zé Orlando fundador da Editora “Sons D’ África”

    Morreu esta quinta-feira(23), um dos principais promotores da música africana em Portugal, Zé Orlando, fundador da mítica Editora e Distribuidora "Sons de África", no...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto