- Publicidade -

More

    Banco Bic abre inscrições para o crescer juntos e homenageia empresas co-investidoras

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    O Banco BIC abriu nesta segunda-feira, 17 de Junho, as inscrições deste ano para ONGs, Fundações e Associações que necessitam de recursos financeiros e de apoios para os seus projectos. O prazo para a apresentação de candidaturas vai até ao próximo dia 31 de Agosto e os detalhes estão em www.crescerjuntos.ao .

    O anúncio foi feito num evento realizado no Hotel Marina Baía, no qual o Banco BIC aproveitou para celebrar a entrada de mais 9 empresas que se juntaram ao grupo, ficando agora o programa com 28 co-investidores. Para além destes, foram também homenageadas personalidades da nossa sociedade que emprestam o seu prestígio à causa.

    “Criamos o Crescer Juntos com o firme propósito de que o programa tivesse a adesão de empresas e pessoas que pudessem colaborar com recursos mesmo que não financeiros. Angola tem desafios imensos a vencer e quando se trata de combater a pobreza e trabalhar pelo futuro de Angola, não há disputas de egos nem de vaidades comerciais ou de qualquer outra natureza. Essa é uma tarefa de todos nós”, afirmou o Dr. Hugo Teles, PCE do Banco BIC.

    Uma das inovações introduzidas no ano passado, é a de que as Organizações Sociais aprovadas no Crescer Juntos poderão permanecer no programa por um período de até 24 meses. “Essa permanência não é automática, há critérios para que ela aconteça. Mas a experiência mostra-nos a mais-valia dessa medida inovadora em Angola no campo da Responsabilidade Social e que traz para a ONG a condição ideal de consolidação do seu projecto social”, finalizou o Dr. Hugo Teles.

    O que é o Crescer Juntos

    O programa Crescer Juntos, do Banco BIC, nasceu para apoiar Organizações Sociais (ONGs), Fundações e Associações sem fins lucrativos com projectos em áreas como a Educação, a Saúde, a Cultura, o Empreendedorismo, Meio Ambiente e os Direitos Humanos (entre outras) e que estão a desenvolver soluções de combate à pobreza capazes de actuar nas causas e não apenas nas consequências dos mais urgentes problemas sociais em Angola.

    O programa tem também o desafio de mudar a percepção da sociedade sobre a mais-valia das doações, quando são tratadas como um investimento social privado, cujos resultados podem e devem ser acompanhados pelo doador.

    O Crescer Juntos tem por objectivo dar apoio financeiro, mas também aconselhamento e visibilidade às organizações sociais apoiadas. Empresas e particulares que se quiserem juntar ao programa, poderão acompanhar através de relatórios periódicos o que se está a passar

    Banco BIC, S.A. • Contribuinte no 5401128908 • Edifício Sede Banco BIC, Bairro Talatona, Município da Samba, Luanda – Angola

    com o seu dinheiro, mas também com a doação de outros recursos não financeiros que tenham proporcionado.

    Lista de Novos Co-Investidores:

    •   Luanda Moagens
    •   Leggus
    •   Sistec
    •   Centro óptico
    •   Protteja Seguros
    •   Efrasa
    •   PrintLab
    •   Ponto Alto Lista de Homenageados:
    •   NCF
    •   Edicenter
    •   Assochina
    •   Big Media
    •   Baldex
    •   Farwell
    •   Flubliss
    •   Go Media
    •   Hortalinda
    •   Marina Baia
    •   P&P Advogados
    •   Purifiltro
    •   Propositus
    •   PlatinaLine
    •   Refriango
    •   RNA
    •   TPA
    •   Dr.José Severino
    •   Dr. Manuel Victoriano Sumbula
    •   Sr. Rui Silva
    •   Dra Paula Morais
    •   SR. Dji Tafinha
    •   Dra Eva Rosa Santos
    •   Sr. José Chieta
    •   Dr. Neto Junior
    •   Dr.José Ndalo
    •   Sra Jennifer Tavira
    •   Sr. Marco Antunes

    Banco BIC, S.A. • Contribuinte no 5401128908 • Edifício Sede Banco BIC, Bairro Talatona, Município da Samba, Luanda – Angola

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Personagem “Replay” de Artur Pop ganha espaço nos corações de crianças

    Por: Nunes Hebo No mundo das artes cénicas, vários são os artistas que foram ou são conhecidos pelos personagens que interpretam ou constroem em determinados...

    Wime Bráulio relata desafios de ser actor em Angola: “O facto de não termos condições suficientes”

    Certamente ser actor em Angola não é fácil devido à escassez da indústria cinematográfica. Desta vez, Wime Bráulio relatou uma fase desafiante na carreira...

    Eduina Semedo conta que há anos foi burlada um apartamento no Kilamba

    Por: Nunes Hebo A artista angolana Eduina Semedo contou, nesta Segunda-feira (15), que há anos sofreu uma burla onde perdeu um apartamento na Centralidade do...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto