Celma Pontes homenageada no Brasil pelos 27 anos de carreira e promoção da cultura africana

0
134

Por: Arieth Silva

A actriz Celma Pontes, que foi convidada a participar de um debate sobre o cinema em Angola, foi surpreendida ao ser homenageada pelos seus 27 anos de carreira, durante o festival da consciência negra que decorreu no Teatro Prudential, localizado no Rio de Janeiro, Brasil.

Ao PLATINALINE, Celma Pontos disse que já foi homenageada várias vezes em Angola, mas que se sente muito honrada por ver o seu esforço e trabalho a ser reconhecido no Brasil.

“Pois não é fácil, encontro sempre algumas barreiras mas com ajuda de artistas brasileiros e a comunidade angolana consigo sempre! Em Angola já é o que é imagina fora dela uma Angolana (o) levar uma peça de teatro? Muito Desafiante! Mas eu me propus a fazer isso pela arte, cultura e porque é o meu trabalho e o que mais amo fazer”, disse.

Pontes acrescentou que esse tipo de homenagem acontece no mês de Novembro, que é dedicado à consciência negra no Brasil, na qual reconhecem o trabalho de diversas figuras africanas em reconhecimento ao relevante contributo à promoção do bem em comum, da cultura e arte no continente africano e no Brasil.

“Pelos 27 anos de trabalho como actriz em Angola, e pelos trabalhos que venho feito no Brasil desde 2014 como peças de teatro, participação em eventos afro-culturais, já desfilei no carnaval do rio 3 vezes, evento folclórico que é de extrema importância para o povo brasileiros, trouxemos o filme MUTU MBI e agora venho participar em palestras e debates em São Paulo e no Rio de Janeiro, sobre o dia da consciência negra, e trago também uma peça que estará em cartaz por 2 dias na casa cultura Angola de São Paulo”, disse.

Celma Pontes foi homenageada no evento organizado pelo “Teatro Prudential e a Literafrica” durante o festival da Consciência Negra, que decorre durante todo o mês de Novembro no Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui