- Publicidade -
">
InícioEspeciaisActualidadeCurta metragem “Vírus inesperado” do angolano Henrique Sungo e Filipe Anjos no...

Curta metragem “Vírus inesperado” do angolano Henrique Sungo e Filipe Anjos no CongoFilmz Awards

- Publicidade -
">
O filme “Vírus inesperado”, curta metragem do angolano Henrique Sungo e o São-Tomense Filipe Anjos, foi seleccionado no festival internacional de cinema, denominado CongoFilmz Awards. Uma cerimónia de excelência para reconhecer e celebrar as muitas conquistas, profissionalismo e criatividade dos congoleses na indústria cinematográfica do Congo e de todo o mundo. Isso inclui produtores, directores, actores, designers e maquiadores.
A iniciativa visa reunir congoleses que trabalham com cinematografia, junto com os seus pares internacionais, para mostrar o seu trabalho e trocar conhecimentos enquanto se conectam nesta indústria. Este evento é único especialmente dedicado para colocar o cinema do Congo em destaque.
Sobre o documentário, o produtor disse ter encontrado dificuldades para captar as imagens devido às restrições impostas às pessoas, devido a Covid-19. “Quase não havia ninguém nas ruas e poucos se mostraram disponíveis a gravar entrevistas”.
O filme “Vírus Inesperado”, uma co-produção entre Henrique Sungo (produtor) e Filipe Anjos (editor), fala sobre o impacto do novo coronavírus na comunidade Palop e no Reino Unido.
Com 17 minutos e 30 segundos, o documentário resulta de um conjunto de entrevistas, reportagens e depoimentos recolhidos nas residências, nas universidades, escolas, e locais de trabalho de angolanos, cabo-verdianos, são-tomenses, guineenses e moçambicanos.
O CongoFilmz Awards é um festival internacional de filmes congolês e, para este ano, acontece, no próximo sábado, dia 6 de Novembro de 2021, no Fleuve Congo Hotel, em Kinshasa, na República Democrática do Congo.
Por: Natalicio Gaspar
- Publicidade -spot_img
Mais recentes
Artigos relacionados
- Publicidade -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments