Denise Luís destaca-se como “artista plástica do ano” nos Prémios Nova Geração

0
300
“Os prémios não definem ninguém, todos nós valemos pelo que somos e pelo trabalho que fazemos”
Por: Hélio Cristóvão
Com a descoberta do bichinho pelo desenho aos seus 4 anos de idade, Denise Luís, que desde 2017 começou a trabalhar profissionalmente como artista plástica, viu o seu trabalho reconhecido ao ser destacada como a “artista plástica do ano”, na gala de premiação da segunda edição dos Prémios Nova Geração, evento promovido pela Voz Activa.
Em entrevista ao PLATINALINE, a jovem promissora fez saber que se trata do primeiro reconhecimento físico da sua carreira, e falou sobre a necessidade de cada vez mais ver mulheres da sua geração com destaque  dentro das artes. “Um dos meus grandes desafios dentro da minha geração de artistas é a luta para que todas as mulheres sejam igualmente reconhecidas. Não apenas por serem mulheres, mas, sobretudo, porque o seu trabalho tem qualidade, e qualquer artista merece que isso lhe seja reconhecido”.
A artista plástica acredita que todos aqueles que fazem o seu trabalho com zelo e dedicação devem ter o seu empenho reconhecido, destacando que os prémios não definem ninguém. “Todos nós valemos pelo que somos e pelo trabalho que fazemos, mas é gratificante, porque um prémio é sempre uma motivação extra, faz-nos querer trabalhar mais e melhor. A busca pela excelência não se faz só com trabalho, o reconhecimento, ainda que não por prémios, também influencia nisto”.
Desde 2017, data em que se apresentou profissionalmente como artista plástica, faz um balanço positivo da sua carreira, pelo que, a nível pessoal, ainda não atingiu o nível que gostaria e para o qual tem trabalhado, porém,  nota uma grande evolução profissional.
“Antes, eu era a artista que menos produzia, em função da incompatibilidade deste trabalho em relação à minha vida académica. Mas no ano passado decidi abraçar esta paixão que tenho como sendo um dos maiores desafios da minha vida e os resultados têm sido satisfatórios”.
Sobre o mercado das artes plásticas em Angola, Denise mostrou também a sua visão, ao afirmar que actualmente já se pode viver das artes plásticas. “Para quem tem uma boa estratégia de trabalho e se compromete verdadeiramente com esta  “missão”, é possível viver da arte sim. É um orgulho para mim, ver que há muitos artistas, sobretudo jovens, que vivem somente da arte aqui no país”.
A artista plástica define a arte como forma mais passiva de luta contra a ignorância. “Eu uso a arte como meu lugar de fala, de modos a fazer com que os outros sintam e reflitam, para que vejam o mundo na minha perspectiva e criem as suas próprias perspectivas sobre o que retrato nos meus trabalhos”.
Denise Luís é uma jovem de 23 anos de idade, estudante de Direito na Universidade Agostinho Neto. Dedica o seu tempo aos estudos e às artes plásticas. Tem um enorme gosto por literatura, história, cinema e música clássica. Considera-se uma pessoa sociável, patriótica e que nutre muito respeito e amor pelo ser semelhante.
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments