Por: Iraneth da Cruz
Revisão: Canga Tomás

Quem nasce nas tribos Surma e Mursi, é um designer por natureza e da natureza. Os moradores destas tribos, que se expandem pela Etiópia, Quénia e Sudão do Sul, parecem ter dominado a técnica de criar acessórios utilizando apenas elementos naturais, como folhas, flores e galhos.

Tanto os da tribo Surma quanto os Mursi possuem traços culturais bastante similares, por viverem em terras remotas e quase inexploradas, sempre tiveram pouco contacto com outras culturas, preservando a sua tradição.

As duas tribos têm uma maneira única de exprimir o seu senso artístico, usando os seus corpos como tela e criando composições livremente com o que a mãe-natureza oferece e muitas servem de inspiração para alta costura pelo mundo.

Os Surmas são um povo que ocupa uma área remota no sudoeste da Etiópia e não mantém contacto periódico com ocidentais há cerca de 35 anos. A última visita de ocidentais ocorreu durante uma campanha de vacinação contra a poliomielite, realizada na década de 1970.

O povo Mursi é um grupo étnico de cerca de 10 mil indivíduos que habitam o sudoeste da Etiópia. Rodeada por montanhas entres os rios Omo e Mago, o lar dos Mursi configura-se como uma das regiões mais isoladas do país. A língua Mursi pertence à categoria das línguas Surmic e está no tronco linguístico das línguas nilo-saarianas.

Confira algumas imagens!