Dossier: Como o Kuduro influencia a moda em Angola?

0
377

Kuduro parte I

-Como o Kuduro influencia a moda em Angola?

Reza a historia, em meados dos finais dos anos 80 Tony Amado inventou o estilo musical hoje conhecido como Kuduro. A origem do nome vem do movimento que se fazia na altura quando se dançava este estilo musical. Ao que parece, enquanto visualizava um filme do então popular ator, Jean-Claude-Van Damme, aonde este dançava com as nádegas num movimento contraído e as espetava simultaneamente, se esboçaram os primeiros passos para a dança. Inspirou-se também na batida crida na altura por Eduardo Paim e Bruno Castro em êxitos como “Na gibo”.

Tony Amado contava já com alguma experiência musical como produtor e dançarino o que facilitou o processo não só de produção musical como das populares coreografias tão importantes para o género. Criou assim, uma receita que continuaria a ser utilizada 20 anos depois.


Tony Amado 

Todo kudurista se preocuparia em lançar simultaneamente com a sua musica uma coreografia graficamente ilustrativa da mensagem que tentava passar. O seu repertorio é vasto mas êxitos como “Jacobino”, “Pesadelo” ou “Kandimba” cimentaram o seu papel como rei indiscutível deste género musical.

Porém, em meados do início dos anos 90, o aparecimento do já popular animador de festas e um recém-chegado da Europa Sebem, muda este panorama e agita as águas do Kuduro. O intérprete tornou-se conhecido com aquele que é conhecido como um dos maiores clássicos e êxitos do género “Felicidade”. A sua música era caracterizada por algo mais do que apenas melodias rimáticas aceleradas.

Sebem distinguiu-se logo pelo seu visual. Contava com aquela que ficou como conhecida como a sua imagem de marca, cabelo loiro, fatos extremamente coloridos, e uma espécie de combinação descoordenada. Tudo desde ténis de cores diferentes, a três tipos de padrões diferentes, adornados por um arsenal de acessórios que variavam entre correntes metálicas, pircings, entre outros.


O seu estilo extravagante, aliado com sucessos contagiantes tonou-o na figura de referencia não só do género musical como de moda. Os seus fans seguiam-lhe os passos, acabando por ditar certas tendências no sei da juventude eclética que se distinguia pela diferença nos anos 90.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui