- Publicidade -

Visit arnan.me
More

    Estudantes Angolanos na Ucrânia obrigados a abandonar o país

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    MANIFESTO

    Nós, cidadãos angolanos na qualidade de Estudantes Bolseiros colocados na República da Ucrânia com residência em várias cidades do mesmo país, vimos através do presente manifesto, levar ao conhecimento de todos quantos este assunto disser respeito o seguinte: _Na sequência da crise política que se instalou na Ucrânia o país tem vivido momentos de grande instabilidade política e social devido a realização de manifestações levadas a cabo em algumas cidades com particular relevância para a cidade capital Kiev, facto que culminou com a destituição do Presidente, situação que se veio alastrar para o leste do país. – Desde esta ocasião as cidades vivem uma situação de plena acalmia sem quaisquer indícios de alteração da actual situação de normalidade em todos os sentidos. Nestas circunstâncias o Governo de Angola gizou um plano de evacuação de todos estudantes angolanos baseados na Ucrânia para a Rússia por alegada insegurança, plano esse que na visão do governo, está orçado em aproximadamente 4.000.000.00 de usd. – Analisados os factos tal como os responsáveis quer da Embaixada de Angola na Rússia bem como dos funcionários no INAGBE, os estudantes de uma forma geral consideram esta intenção absolutamente injustificável neste momento de total acalmia enquanto que em durante 7 meses quando a situação despoletou não compareceu ninguém preocupado com a sorte dos estudantes. – por isso clamam por maior ponderação na execução de tal plano em virtude de neste momento o mesmo extemporâneo e totalmente descontextualizado. Porquanto se afigura necessário interpretar que tal evacuação para a Rússia só traria enormes prejuízos aos planos dos estudantes que por força desta transferência teriam que perder todos benefícios adquiridos na Ucrânia e ate mesmo o atraso de mais um ano lectivo.
    – Postos na Rússia teriam que esperar mais um ano tempo necessário para aprendizagem da língua russa. – Daí tornar-se mais do que evidente que tal evacuação não ter o menor sentido chamando-se-lhe o que se quiser chamar. -no pretérito dia 15 de Junho nós os estudantes bolseiros na Ucrânia recebemos uma delegação integrada pelos sr. Dr. KafalaNeto da direcção do INAGBE, sr. António Fernandes Junior Chefe do Sector Estudantil na Rússia e o sr. Jorge João 1o Secretário da Embaixada na Rússia, e o sr. Daniel Samba na qualidade de Financeiro Geral dos bolseiros.

    Esta delegação multi sectorial do estado fez-nos saber que vinham ao nosso encontro com ordens expressas da Direcção do INAGBE no sentido de evacuar para a Rússia todos todos estudantes bolseiros tutelados pelo estado, e que nestas circunstâncias ninguém se deveria opor porquanto aqueles que não o fizessem estariam sujeitos ao cancelamento da bolsa sendo penalizados com a obrigatoriedade no reembolso ao estado dos valores até agora suportados pelo estado para a sua formação. – Relativamente a situação dos estudantes de conta própria a advertência cingiu-se no facto de se houver recusa ou resistência, o governo perante tal facto o governo limpar ia as mãos pura e simplesmente abdicando a sua responsabilidade em relação a estes. – Fez-nos dito também que o referido pleno de evacuação era de carácter estritamente confidencial pelo que nem deveríamos dar a conhecer aos órgãos de direcção ou entidades administrativas da diferentes universidades onde estudavamos pois os mesmos não deveriam saber das nossas ausências o que nos parece aberrante.

    – o governo segundo as entidades com quem conversamos está a preparar um plano de evacuação da Ucrânia para a Rússia plano este orçado em 4 milhões de usd e parece – nos pertinente

    ucraniaestudantes.jpg

    perguntar: – onde está a necessidade real em se proceder o gasto supérfluo de tão elevada quantia quando nós que aqui estamos não sentimos nenhum risco da nossa permanência aqui. – Para nós estudantes bolseiros achamos sim que é um tremendo paradoxo pretender gasto – se uma fortuna para ilusória evacuação quando de facto passamos por situações tão graves como a falta de pagamentos dos respectivos subsídios que por vezes se arrastam para além de 4 meses situação que nos remete vergonhosamente para a condição de indigentes, isto sim uma grande vergonha para o país com toda a sorte de prejuízos morais e até de humilhações.

    – por outro lado também existem os prejuízos académicos, pois que a prevalecer a tal evacuação extemporânea, esta irá acarretar enormíssimos de adaptação e consequente recuo no nosso plano de formação porquanto teríamos de ficar escusada mente estacionados na Rússia um ano inactivos só para aprender russo e perder todo este tempo em que estamos na Ucrânia.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    OKT INVESTIMENTOS celebra 6 anos de existência no mercado nacional com festa glamorousa

    A empresa de prestação de serviço OKT INVESTIMENTOS celebrou, neste Sábado (25), em Luanda, no Restaurante Yona’s Café, o seu sexto aniversário com parceiros,...

    Paulo Flores e Boy G Mendes abrilhantaram o Dia de África

    Três mil pessoas lotaram o CCB para verem actuar astros da música angolana e cabo-verdiana, juntos pela primeira vez Paulo Flores, uma das principais referências...

    Ary e Yuri da Cunha: Rumores de um Romance no Showbiz Nacional Ganham Força!”

    Por: Liliana Victor Nos últimos dias, tem sido tema de debate nas redes sociais e além delas, a possibilidade de um vínculo amoroso entre Ary...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto