- Publicidade -

More

    Federação Angolana de Ju-Jitsu alega ter recebido apenas vinte e um milhões de kwanzas para realização do campeonato africano

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Por: Arieth Silva
    A Federação Angolana de Ju-Jitsu nega ter recebido Oitenta Milhões de Kwanzas para realização do campeonato africano.
    Após o Atleta angolano Walter dos Santos, mais conhecido por Panda ter acusado a Federação Angolana de Ju-Jitsu de ter feito má gestão do evento, supostamente orçado em oitenta milhões de Kwanzas, a organização do campeonato alega ter recebido apenas vinte e um milhões de kwanzas para a realização do campeonato africano, frisando que o orçamento aprovado pelo Estado Angolano era de cinquenta e quatro milhões de kwanzas.
    De acordo com a nota de esclarecimento enviada à redacção do PLATINALINE, a Federação Angolana de Ju-Jitsu disse que Panda não tem bases suficientes para sustentar a acusação, pelo facto de não ter sido seleccionado para respectiva prova e nunca  participou num campeonato Africano sob tutela da Confederação Africana de Ju-Jitsu.
    “A Direção da FAJUJ não recebeu AKZ 80.000.000,00 para realização do campeonato. O atleta baseou-se numa matéria publicada pelo semanário Novo Jornal, em que falávamos de uma previsão orçamental de 80 milhões, pois era nossa pretensão criar as melhores condições possíveis para a organização do evento e para nossa selecção, e isso incluía a previsão de entrada de valores monetários por intermédio de patrocinadores, o que não veio a acontecer, conseguimos duas empresas mas sem financiamento, bem como apoio da JJAFU ( Ju-Jitsu African Federation) que apenas forneceu medalhas, formação e auxílio técnico de acordo o padrão internacional”, lê-se na nota.
    Para finalizar, a Federação Angolana de Ju-jitsu e Disciplinas Associadas apelou à família da modalidade que paute pelo diálogo interno, união e por um discurso congregador, no sentido de se continuar a trilhar os caminhos resultantes do árduo trabalho que se tem vindo a desenvolver no continente africano e no mundo.
    Share this
    Tags

    A Bombar

    Governo  pode regular horários de venda e consumo de bebidas alcoólicas

    Angola poderá implementar ainda este ano um período específico para a venda e consumo de bebidas alcoólicas em todo o território nacional. A proposta...

    Maior feira de livros flutuante do mundo chega a Luanda

    A Logos Hope, a maior feira de livros flutuante do mundo, está chegando a Luanda, Angola, pela primeira vez na história da Logos Hope....

    Maior feira de livros flutuante do mundo chega a Luanda

    A Logos Hope, a maior feira de livros flutuante do mundo, está chegando a Luanda, Angola, pela primeira vez na história da Logos Hope....

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto