Figuras públicas unem vozes em anúncio sobre o Dia Mundial da Contracepção e Prevenção à gravidez na Adolescência

0
87

Por: Stella Cortêz

A contracepção permite que as mulheres percebam o seu direito de decidir sobre quando pretendem ter filhos e quantos filhos desejam ter. No mundo, 218 milhões de mulheres em idade reprodutiva querem evitar a gravidez, no entanto, não usam um método contraceptivo, nem têm acesso ao planeamento familiar voluntário, pois é importante que mude este paradigma.

Na data dedicada ao Dia Mundial da Contracepção e Prevenção à Gravidez na Adolescência, o UNPFA em parceria com várias figuras públicas levou a cabo uma campanha que apela ao uso de contraceptivos para que todas as mulheres percebam que é um direito ter ou não filhos, e que a gravidez na adolescência é uma das principais causas de abandono escolar e de manutenção do ciclo de pobreza entre as gerações futuras.

Entre as figuras públicas, destacam-se os apresentadores Dinamene Cruz, Zuleica Wilson, Igor Benza, Elizete Vasco e Geovany Comandala, a Consultora de Marketing de Imagem, Mel Chaves e o realizador Hochi-Fu, bem como os escritores Helena Dias e Adão Zina, que abraçaram o desafio de apelar às pessoas para que o uso voluntário de métodos contraceptivos seja promovido, que a mensagem chegue a todos, para que tenhamos menos mães adolescentes, menos abandono escolar e menos pobreza.

Para Mel Chaves, Consultora de Marketing e mãe de uma adolescente, a Contracepção é um ponto importante de conversa entre pais e filhos. “Faço com que a minha filha perceba que todas as mulheres têm o direito de decidir se e quando ter filhos, e quantos ela quer ter. Infelizmente temos visto muitas mães na adolescência, o que demonstra o não conhecimento dos métodos de prevenção.  É um dever cívico ajudar a espalhar este apelo”.

Dinamene Cruz afirma que aceitar a solicitação da UNPFA é muito prazeroso, pois, é muito bom quando às pessoas se predispõem em ajudar a espalhar mensagens que ajudam, que apelam e acima de tudo empoderam mulheres a serem mulheres.

Já Igor Benza e Zuleica Wilson descrevem que esta não foi a primeira vez que apoiam causas da UNFPA e querem continuar a espalhar mensagens. “Infelizmente todos os dias ouvimos falar de mães adolescentes, que abandonaram os estudos porque precisam de ser mães. Abandonaram os seus sonhos e projectos por não saberem onde e como fazer o planeamento familiar”, garante Zuleica Wilson.

O Dia Mundial da Contracepção celebra-se desde 2007 a 26 de Setembro no mundo todo. A data foi criada com o objectivo de assinalar a importância de esclarecer a população sobre os diferentes tipos de contracepção existentes e as vantagens do planeamento familiar.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments