Interactividade/Solidariedade Mwangolé

0
204

Talvez os angolanos sejam solidários por natureza, talvez a sociedade angolana seja dura naturalmente, talvez os angolanos sejam obrigados a tornarem-se solidários…

 

 

É habitualmente referido que os angolanos são um povo solidário, mas o facto notório e real é que sem solidariedade não se vive em Angola, seja uma solidariedade altruísta, uma solidariedade de puro interesse e calculismo ou com a finalidade da compensação “gasosística”, a tão conhecida “gasosa”. Sem solidariedade viver em Angola é um acto preponderantemente direccionador ao martírio, ou seja, leva a um sofrimento que pode tornar-se impossível suportar. Constantemente, ciclicamente e reciprocamente precisamos de uma “mão”, seja ela amiga ou não. Precisamos de ajuda para arranjar casa, para tratarmos dos documentos, para nos deslocarmos, para trocar a carta, para comprar carro, para conhecermos os locais ideais onde comprar com qualidade e a bom preço, para conhecermos locais e pessoas que não nos irão intrujar, para sermos indicados às pessoas que nos poderão ajudar, para nos angolanizarmos…!

 

 

É certo que digitam os dedos de uma angolana que não cresceu na sua terra e cuja sua visão baseia-se numa abordagem comparativa a uma realidade intercontinental, mas são uns olhos que vêm com a lucidez que vai para além da que esta sociedade lhe permite. É evidente também que se um indivíduo se adapta a um novo país, seja ele qual for, carece de mais ajudas por parte daqueles que integram a sociedade na qual este se está a inserir, do que um indivíduo perfeitamente adaptado, mas friso vincadamente… não como em Angola!

 

 

Deste modo se nota em Angola uma interactividade muito específica entre os residentes mwangolés, uma verdadeira interactividade de procura, comunicação, companheirismo, entrega, estreitamento de laços e solidariedade, não provavelmente devido a simplesmente os angolanos serem assim, mas sim porque a sociedade assim exige!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui