A cantora Tina Turner e o rapper Jay-Z foram incluídos no Hall da Fama do Rock and Roll, o panteão americano do rock e da música popular em geral, junto com o grupo alemão Kraftwerk, anunciou a instituição nesta quarta-feira (12).

Carole King, The Go-Go’s, Foo Fighters e Todd Rundgren completam o clube exclusivo de artistas selecionados para um assento no museu, que nos últimos anos tem se esforçado para ampliar seu alcance e homenagear mais artistas que não sejam homens brancos.

Na verdade, o Rock and Roll Hall of Fame nunca foi reservado apenas para o rock e foi aberto, desde a sua primeira divulgação em 1986, a outros gêneros musicais como soul, blues, R&B, folk, country e mais recentemente rap.

Tina Turner, de 81 anos, já havia entrado no panteão em 1991 como integrante da dupla Ike & Tina Turner. Desta vez, foi incluída como solista, tendo se reinventado em meados da década de 1980 em um registro mais pop, que lhe rendeu sucesso mundial.