Apesar dos transtornos causados pela covid-19, João Lopes é dos vários artistas que buscou formas de se reinventar e apresentar novos temas aos seus admiradores, conforme explicou durante uma conversa mantida com o PLATINALINE, quando falava sobre vários projectos em carteira, além do desejo de se tornar num cantor conceituado.

“Neste momento, é muito complicado falar de planos futuros, porque as coisas estão instáveis, no entanto, sempre que possível, vou disponibilizar algumas composições, já tenho três canções nas plataformas digitais. É importante manter este contacto com o público, mesmo que à distância, por este motivo, vamos em breve lançar o tema ‘Sabe Nadar.”

O jovem de 20 anos de idade, influenciado pelo seu irmão menor, tem procurado aperfeiçoar as suas composições e criar a sua identidade musical, muitas das quais, inspiradas na dupla Scro Q Cuia e Neru americano.

Sem nenhuma obra discográfica, pois não se sente preparado para este efeito, neste período, João tem procurado intensificar a sua carreira com a promoção do seu trabalho e imagem, elementos que, segundo o mesmo, são importantes para a conquista de um espaço no mercado angolano.

“Sou um artista privilegiado, trabalho com as produtoras Team Solange Araújo Agenciamento e a Adoços Entertainment, uma parceria bastante saudável, no entanto, mesmo com o agenciamento, as maiores dificuldades têm sido a projecção da minha imagem, os meus sons tocam, mas poucos conhecem o rosto do John Melaço.”

Questionado a propósito do privilégio de cantar em dueto com algum ídolo, John, sem hesitar, disse que adoraria fazer um dueto com os artistas NGA, CEF e Preto Show.