Jovem angolano socorrido pelo INEMA é dado como desaparecido em Luanda

0
35

Por: Arieth Silva

Trata-se de um cidadão que responde pelo nome de Adão Fonseca, de 42 anos de idade, que teria sofrido um acidente de trabalho, no bairro Cassequel, em Luanda. Segundo relatos, Adão teria caído do primeiro andar da obra em que exercia as actividades laborais. O que tem preocupado a família é o facto do jovem ser socorrido pelo INEMA, e até ao momento não ter registo em nenhum hospital.

O responsável da obra, que falava para os microfones do programa “Fala Angola”, na edição desta terça-feira, começou por esclarecer que desconhece o jovem Adão, e nunca lhe tinha contratado para trabalhar na sua obra. Contudo, ao ver o jovem caído na sua propriedade, decidiu recorrer à polícia, que por sua vez recorreu aos bombeiros que averiguaram a situação, e tendo constatado que estava em vida, posteriormente chamou-se o INEMA para socorrer a vítima.

Segundo Dona Luzia, mãe de Adão, recebeu a informação de que o filho teria sofrido um acidente no local de trabalho e, consequentemente quebrou os braços, as pernas e sangrava pelas narinas. Contudo, foi socorrido pelo INEMA, mas o que tem inquietado é o facto de Adão não estar em nenhum hospital.

“Fomos ao Américo Boa Vida, onde nos orientaram e procuramos o nome no bloco e não estava, verificamos o nome nas listas e não estava. Fomos ao hospital do Prenda, no Hospital Geral, e nada”, clamou desesperada.

Desesperados, tudo o que esta família deseja é encontrar o jovem Adão.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments