- Publicidade -

More

    LS Produções admite baixa produção por Prejuízo

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    O  Director adjunto da LS Produções, Sidney, o Profeta, que a sua empresa está a trabalhar a 30 porcento da sua capacidade de produção, devido à fraca rentabilidade actual do produto discográfico.

    O  agente cultural enfatizou que a sua empresa está a fazer investimentos onde há hipóteses de rentabilidade.  Os investimentos em discos já foram mais rentáveis, notou, salientando que a produção já foi muito alta e a música angolana atingiu um patamar considerável nos últimos anos, porque o disco é um produto que não é de consumo imediato

     Em 2008 a LS Produções produziu 44 discos, o que foi considerado na altura um record em publicação de discos em Angola, mas nos anos seguintes foi baixando. Sidney o Profeta alega que esta situação derivou da crise económica.

    “Este ano teremos pouca produção porque mudamos a forma de actuação”, afirmou, acrescentando que já não faz discos por fazer, mas tendo em conta o teste de mercado que faz com o artista, “porque estamos mais preocupados com a qualidade e não com a quantidade”, .

    “Já fizemos muitos discos e temos muitos que não estão a ser comercializados por causa da divulgação”, lamentou. Fez saber que a empresa teve algum prejuízo por esse motivo potencializaram-se todos os talentos em todos os géneros musicais e muita musica não está a ser consumida, fundamentalmente a musica tradicional.

    “Uma empresa como a LS Produções tem que recorrer a muitos meios para fazer rentabilizar a empresa, temos mais cautelas, já não podemos fazer investimentos às cegas, porque o mercado está muito competitivo” afirmou.

     O músico disse que foram reforçadas as parceiras, nomeadamente a LS Republicano, LP, Bué de Bit’s, Quebragalhos e outras, porque Actualmente não existe a intenção de um deles tornar-se a numero um do mercado, porque o peso é muito elevado, em termos de investimentos.

     Instado a pronunciar-se sobre o futuro da maior empresa produtora de discos em Angola o agente cultural foi peremptório em considerar de “futuro risonho” porque a LS dá um contributo valioso à cultura angolana.

     A LS Produções que surgiu no mercado angolano em 2004, agencia mais de cinquenta artistas nacionais.

     

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Governo  pode regular horários de venda e consumo de bebidas alcoólicas

    Angola poderá implementar ainda este ano um período específico para a venda e consumo de bebidas alcoólicas em todo o território nacional. A proposta...

    Maior feira de livros flutuante do mundo chega a Luanda

    A Logos Hope, a maior feira de livros flutuante do mundo, está chegando a Luanda, Angola, pela primeira vez na história da Logos Hope....

    Maior feira de livros flutuante do mundo chega a Luanda

    A Logos Hope, a maior feira de livros flutuante do mundo, está chegando a Luanda, Angola, pela primeira vez na história da Logos Hope....

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto