- Publicidade -

More

    MASFAMU lança Plataforma Nacional de Violência Doméstica Baseada no Género e do Projecto Crime Zero

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Por: Helder Lourenço

    Em alusão ao dia internacional da Não Violência, o Ministério da Acção Social, Família e Promoção da Mulher (MASFAMU) lançou, nesta Segunda-feira (02), a Plataforma Nacional de dados e Informações de Violência Doméstica baseado no género e o Projecto Crime Zero.

    O evento, que teve lugar no Centro de Conferências de Talatona, contou com a presença de várias entidades do aparelho governamental e da Ministra da Acção Social, Família e Promoção da Mulher, Ana Paula do Sacramento Neto, que destacou a denúncia como um elemento chave para protecção das vítimas e responsabilização criminal dos agressores.

    “É importante a denúncia, e daí podemos extrair os relatórios necessários que serão benéficos para investigadores e criminalistas, e todos possam extrair dados que sirvam de matéria de trabalho para a sua área (…). Então, o mais importante nisso é a coordenação entre os vários actores para elevar a sociedade o resultado do trabalho feito e, assim, poderem todos contribuir”, disse.

    A titular da pasta da MASFAMU regozijou-se com a apresentação do Projecto Crime Zero, que considera ser um dos projectos que vai ajudar muitas crianças a sair das ruas, e ocupá-las com actividades marciais.

    “Nós ainda temos muitas crianças na rua, e devem ocupar os tempos livres destas crianças, a ocupação dos tempos livres com actividades socialmente úteis. Esta é uma actividade que de facto vai ajudar a sociedade moldar-se, porque a arte marcial traz consigo uma série de disciplinas que as crianças ao tomarem contacto, com esta forma de ser e estar, ele torna-se num ser diferente”, concluiu.

    O mentor e fundador do Projecto Crime Zero, Armando Diogo “Scott”, afirmou que foram 13 anos a ajudar crianças com fundos próprios e agradeceu a MASFAMU junto do Instituto Nacional da Criança (INAC) ter abraçado este projecto.

    “O projecto cresceu demais, e nós começamos a ficar preocupados sobre o que vamos fazer com esses miúdos e nesse momento em especial, a nossa madrinha, Ana Paula do Sacramento Neto, chamar-nos para que junto do INAC consigamos fazer o que soubemos fazer, que é salvar essa juventude e reintegrá-los como novos integrantes da sociedade”, afirmou.

    De recordar que o Projecto Crime Zero já formou mais de 220 campeões nas diversas modalidades marciais, com destaque para o Judo, Jiu-jitsu e MMA.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Protteja Seguros aposta em parcerias sustentáveis

    PROTTEJA SEGUROS comunica a todos os seus clientes e parceiros a expansão do seu nível de coberturas em Angola e além-fronteiras (Portugal, África do...

    Africell lança campanha de diversificação de agentes com foco na criação de novos negócios:

    | A Africell está a abrir as suas portas para que empresas e particulares se tornem Agentes de Recargas Electrónicas (EVC) da Africell numa...

    ZAP proporciona momento mágico a mais de 170 crianças de lares Vidas ZAP com o grande “Show do Panda E Os Caricas”.

    Luanda, 11 de Junho de 2024 – No dia 7 de Junho, a ZAP reuniu mais de 150 crianças, na acção Vidas ZAP "Show...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto