- Publicidade -

More

    MED assina acordos com UNITEL para fomentar a educação digital dos professores e alunos

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    O Ministério da Educação (MED) rubricou está sexta-feira, em Luanda, dois memorandos de entendimento com as instituições privadas Unitel e o Banco Sol, relacionados a concessão de crédito para os funcionários e o fomento da educação digital dos professores e alunos da 4 ª, 5 ª, 6 ª, 7 ª 8 ª, 9 ª classes.

    Relactivamente ao protocolo com a operadora de telefonia móvel Unitel, o projecto-piloto vai possibilitar as instituições de ensino público ter acesso gratuito à internet, bem como fomentar a educação digital dos professores e alunos.

    O projecto-piloto rubricado pelo director Nacional do Ensino Secundário, Orlando Lundoloque, e pelo PCE da Unitel, Miguel Geraldes, arranca no próximo ano lectivo nas províncias do Bié e Huambo.

    Para a sua operacionalização, a Huawei Angola vai fornecer os equipamentos e soluções tecnológicas como computadores, projectores, enquanto a Unitel o acesso à internet a e conectividade nas escolas, estimulando o hábito de pesquisa e aprendizagem.
    Já o memorando com a instituição bancária SOL, assinado pela directora dos Recursos Humanos do MED, Laudmira Sousa, e o Presidente do Conselho Executivo do Banco Sol, Teodoro Paixão Franco, vai permitir a concessão de crédito bancário de consumo por 36 meses e de adiantamento de salários em até seis meses, respectivamente.

    O produto simplificado e bonificado tem a taxa de esforço até 40 por cento e 7 por cento a taxa de juro por ano.

    Para tal, o salário domiciliado é a única condição imposta para a sua aquisição e o crédito é abrangente para todos funcionários do MED nas 18 províncias do país.

    Este memorando assenta no âmbito da estratégia de apoio à educação, mais concretamente no apoio a concessão de crédito aos funcionários do MED.

    De acordo com a ministra da Educação, Luísa Grilo, as tecnologias na educação são um fundamento, pois não a educação sem o uso das Tics.

    A pandemia da Covid-19, segundo a ministra mostra que o sistema educativo precisa ser resiliente e de uma verdadeira revolução, transformação curricular para que as tecnologias se acomodem naturalmente no sistema de educação.

    Quanto ao acordo com Banco Sol, agradeceu a sensibilidade da direcção em apoiar os professores com uma taxa de juro considerável, tendo afirmado ser uma porta aberta em que todos poderão usufruir dos benefícios sem grandes constrangimentos.

    Por sua vez, o Presidente do Conselho Executivo (PCE) da Unitel, Miguel Gerardes, afirmou que o ritmo acelerado das inovações tecnológicas exige que a educação se renove tornando o ensino mais criativo, estimulando o interesse pela aprendizagem e colocando a escola numa plataforma de resposta aos desafios educacionais e necessárias para as gerações futuras.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Governo  pode regular horários de venda e consumo de bebidas alcoólicas

    Angola poderá implementar ainda este ano um período específico para a venda e consumo de bebidas alcoólicas em todo o território nacional. A proposta...

    Maior feira de livros flutuante do mundo chega a Luanda

    A Logos Hope, a maior feira de livros flutuante do mundo, está chegando a Luanda, Angola, pela primeira vez na história da Logos Hope....

    Maior feira de livros flutuante do mundo chega a Luanda

    A Logos Hope, a maior feira de livros flutuante do mundo, está chegando a Luanda, Angola, pela primeira vez na história da Logos Hope....

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto