Ministra da Educação repudia atitude de estudantes

0
133

A ministra da Educação, Luísa Grilo, repudiou, nesta segunda-feira, a atitude de alguns estudantes que se juntaram para tirar selfies, sem máscaras, no primeiro dia de aulas.

Conforme a governante, o facto ocorreu numa instituição escolar da província de Luanda (não especificada), sendo que os implicados já foram identificados pelas autoridades do sector.

Os estudantes agruparam-se para fazer fotos no período de troca de professores, disse Luísa Grilo, que prometeu punir os implicados.

Falando na sessão de actualização de dados da pandemia da Covid-19 no país, apelou aos estudantes, pais e encarregados de educação, no sentido de cumprirem as medidas impostas pelas autoridades sanitárias.

“O mais grave é que não se trata de crianças, mas de jovens adolescentes. Não foi uma coisa espontânea, mas sim concertada. São comportamentos que não se devem repetir”.

Luísa Grilo felicitou, por outro lado, os pais e encarregados de educação que, apesar da situação, se predispuseram a levar os seus educandos até às escolas.

O cenário registado nas escolas, com o retorno dos alunos às salas de aulas, segundo a ministra, demonstra o sentido de responsabilidade de pais, encarregados de educação e professores.

Neste primeiro turno, o Ministério da Educação (MED) reservou o retorno dos alunos das classes de transição (6ª, 9ª, 12ª e 13ª), bem como os estudantes universitários.

Divididos em dois grupos de até 20 por turma, os alunos, muitos deles acompanhados dos pais e encarregados de educação, apresentaram-se munidos da máscara facial e álcool em gel.

Está previsto, para 19 de Outubro, o retorno dos estudantes da 7ª, 8ª, 10ª e 11ª classe, todas do II ciclo do ensino secundário. Os do ensino primário e o I ciclo começam dia 26 de Outubro.

No II ciclo do ensino secundário, as aulas vão decorrer durante 03h30 minutos, sem direito a intervalo.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments