Os clássicos da música angolana na gala do “Angola Encanta”

0
297

angola_encanta_34

O Cine Nacional “Chá de Caxinde” foi o palco da 2 gala do Angola encanta onde os onze concorrentes colocaram à prova o canto e a interpretação da música angolana. A 2ª gala visou homenagear os clássicos da música Angolana. A Platina Line, presenciou em loco, mais uma gala do do programa do canal 2

 

Esta gala teve como surpresa na mesa do júri um novo elemento, o cantor e intérprete Carlos Burity que juntamente com Patrícia Faria, Jomo Fortunato e Daniel do nascimento coube a missão de avaliar a actuação de cada concorrente. Todas as semanas a mesa do júri passará a ter um convidado especial.

 

Com longos anos de carreira e muitos prémios já ganhos Carlos Burity expressou o sentimento de alegria por participar no programa “Angola Encanta” dizendo “é uma honra ajudar jovens com bastante potencial “.

 

Os clássicos da música angolana tiveram a sua vez no palco do “Angola Encanta”, desta feita a produção do programa seleccionou os temas que seriam interpretados e por sorteio os candidatos escolheram.

 

Todas as semanas os concorrentes do “Angola Encanta” participam de workshop, desta feita a convidada foi a mais querida de 2011 e cara do programa da luta contra o SIDA Yola Semedo que passou a sua experiencia de vida nas lides do mundo artístico e sobre as vicissitudes que as pessoas descriminadas enfrentam por serem portadoras do VIH/SIDA. Sobre a carreira musical Yola sublinhou “só conseguimos ser reconhecidos pela sociedade com muita dedicação e profissionalismo.”

 

 

Seguiu-se o momento dos concorrentes mostrarem o seu potencial e por em prática tudo quanto aprenderam nas aulas de durante uma semana.

 

 

Subiu ao palco a candidata Aldareth Neto que interpretou “Humbe Humbe” de Felipe Mukenga, depois foi a vez de Esperança Kizago com “Paxi ni Ngongo” de Barceló de Carvalho, na sequência Ivandro  Almerindo com “Funge de Domingo”  do cantor Teta Lando, Felipe Nziga com “Kalumba” de Elias Dia Kimuezo, posteriormente Juelma Carlos interpretou “Muxima” dos “Ngola Ritmo” e Kudima Lamera com “Manazinha” de Belita Palma.

 

 

A segunda parte da gala começou com Daniel Malengue interpretando “Menino não fala Politica” de Waldemar Bastos, Massissa Samuel com “Belita” de Artur Nunes, Matondo Bunga com “Monami” de Lourdes Van-Dúnem, Rui Orlando interpretou Rui Mingas e por último Tomás Baltazar com “Mana Fatita” de Dina santos.

 

 

O kimbundo foi a língua nacional que mais se destacou na 2ª gala do Angola encanta, sendo que um dos maiores problemas dos concorrentes foi o não domínio das línguas nacionais o que prejudicou o desempenho dos mesmos e causou muita crítica do júri.

 

 

 

Fruto da votação da semana passada, o público escolheu a candidata nº 10 Matoto Bunga para abandonar o programa, sendo a que menos recebeu  votos.

 

 

 

A terceira gala do “Angola “Encanta, contará com mais surpresas sendo que a próxima semana 2 candidatos abandonarão o programa, um escolhido pela mesa  do júri e o segundo pelo público.

 

Platina Line 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui