Perceba o que aconteceu a Angélico

0
163

Gravidade do traumatismo craniano depende do local onde acontece no crânio e da força do impacto

O cantor Angélico Vieira sofreu um traumatismo craniano. Por dia, em Portugal, 15 pessoas dão entrada nos hospitais públicos com traumatismos cranioencefálicos. São principalmente homens entre os 15 e os 45 anos.

A gravidade do traumatismo está directamente relacionada com o local onde acontece no crânio e a força do impacto.



O vídeo é uma simulação, mas ilustra a violência a que o condutor esteve sujeito no momento do impacto da viatura. Uma agressão ao cérebro provocada por uma força física externa que resulta em maior ou menor gravidade, consoante o impacto.



O cérebro humano é composto por biliões de células nervosas, organizadas de forma a controlarem as emoções, o movimento, o comportamento e as sensações. Quando há um traumatismo, o cérebro é empurrado no interior do crânio e as células são comprimidas, causando uma lesão.

 



Surgem quase sempre as alterações da consciência, com comas mais ou menos prolongados, alterações da função neuromuscular, da fala, da audição e muitas outras mais.O traumatismo cranioencefálico é causado principalmente por acidentes de viação e quedas. É, aliás, a principal causa de morte e de sequelas em doentes com múltiplos traumas.



Mais de metade das mortes causadas por traumatismos cranioencefálicos acontecem no local do acidente.A recuperação deste traumatismo é variável. No caso de Angélico, a situação é agravada pelo facto de o cantor, segundo noticia o «Correio da Manhã», ter partido a cervical em três sítios, o que o deixará paraplégico.

 

Via TvI 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui