- Publicidade -
InícioVidasFamososRadialista Miguel Neto pondera afastar-se da comunicação social em 2020

Radialista Miguel Neto pondera afastar-se da comunicação social em 2020

- Publicidade -

Por. Vídia António

Em entrevista cedida ao Platina Line durante a Gala Arte e Excelência onde o jornalista foi premiado como excelente comunicador, Miguel Neto afirmou que, em 2020, irá, provavelmente, afastar-se da comunicação social, propriamente da rádio e televisão, dedicando-se apenas ao ramo da literatura.

“Tenho mais de 33 anos de carreira no ramo jornalístico e estou bastante satisfeito por tudo o que fiz e conquistei até hoje fruto de um trabalho feito com muita dedicação, esforço, humildade e, acima de tudo, muito amor. Durante esses anos, fui três vezes premiado e penso que até 2020 irei atingir o mais alto nível da minha carreira e vou deixar espaço para os mais novos brilharem assim como eu”, disse Miguel Neto.

O jornalista sempre chamou atenção pela forma peculiar de se vestir com camisas largas, calças arreadas e chapéu posto ao contrário, apesar da sua idade acima dos 40 anos, figurino esse que adaptou por influência dos rappers americano. Com uma capacidade incrível de se reinventar, Miguel Neto é bastante polémico e considera-se uma pessoa que fala verdade e o que pensa a respeito de alguns artistas e sobre certas pessoas, facto que já feriu algumas sensibilidades, sendo, algumas vezes, mal interpretado.

Apresentador de TV, radialista e escritor, Miguel Neto é, sem sombras de duvidas, uma das maiores referências da comunicação social do nosso país na área do entretenimento. Com uma vasta e excelente trajectória no ramo, é o responsável por várias matérias exclusivas internacionais feitas no Brasil e é o único jornalista angolano, e dos únicos mundiais, que esteve no do Staples Center, na cerimónia fúnebre de Michael Jackson.

- Publicidade -spot_img
Mais recentes
Artigos relacionados
- Publicidade -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments