- Publicidade -

More

    Restos mortais do músico Mamukueno foram a enterrar

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

     

    Os restos mortais do músico angolano Mamukueno foram hoje, quarta-feira, a sepultados   no cemitério do Alto das Cruzes, em Luanda.  Membros do  Governo,  colegas e amigos renderam a  ultima homenagem ao artista.

    No elogio fúnebre, lido pelo vice-presidente da União Nacional dos Artistas e Compositores(UNAC), José Massano Júnior, foram destacadas as qualidades artísticas de Mamukueno, tido como um profissional coerente no seu labor, criativo e sempre ciente dos seus deveres.

    “ Para a UNAC, o desaparecimento físico do Mamukueno é uma perda irreparável na  música e na cultura angolana. O artista era um homem dotado de virtudes e exemplo de preservação dos valores morais e culturais do país”, assevera-se no elogio.

    Em entrevista   à imprensa, o presidente da UNAC, Arnaldo Calado, disse que Mamukueno foi uma figura de trato fácil e grande compositor.  José Matias “Mamukueno” nasceu no dia 5 de Outubro de 1946, em Luanda, onde iniciou a sua carreira musical.

    A sua primeira presença em palco foi em 1966, como vocalista principal do grupo “Estrela Negra”, que era constituído por três músicos, designadamente  Paixão “El Óscar”, Paquete e Arnaldo Van-Dúnem “Cascadura”.

    Mamukueno é autor dos discos “Memórias de Mamukueno” (2005) e “Eza kungiambela” (2006) e em 2009 gravou o single “Tambuleno” todos cantados em língua nacional kimbundu e português, respectivamente.

    O músico faleceu domingo último em Luanda vítima de doença prolongada.

     

    Captura_de_Tela_2014-08-27_as_14.13.43.jpg

    Captura_de_Tela_2014-08-27_as_14.13.34.jpg

    Captura_de_Tela_2014-08-028.jpg

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Pedro Gonçalves chega à marca dos 50 jogos com Palancas Negras

    Por: Helder Lourenço O seleccionador Pedro Gonçalves atingiu a marca dos 50 jogos como timoneiro da selecção nacional de Angola e descreve este marco como...

    Sérgio Moikano revela motivos que o levaram a sair do grupo “Deixaram-me no Zango 8 mil, saí de lá de candongueiro às 3h, só...

    Durante uma entrevista feita, recentemente, no programa 'A Tarde é Nossa', da Tv Zimbo, o kudurista angolano Sérgio Moikano revelou verdadeiramente os motivos que...

    “A lei do retorno não falha”, diz C4 Pedro sobre as várias participações musicais que tem feito  

    Por: Luzingamu André  O músico angolano C4 Pedro, conhecido também por “Mister Arrogante”, falou recentemente em entrevista ao Platina Line sobre o que está na...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto