Sobre a filha crescer em Angola, Maria Borges diz: “Será uma cidadã do mundo, como eu”

0
580
A musa da moda angolana, Maria Borges, que deu à luz em Outubro do ano passado, não segurou a emoção ao partilhar com Platinaline, quando falava sobre a experiência de ser mãe de primeira viagem e como foi passar o Natal com a filha Athena, uma quadra festiva cheia de felicidade e gratidão.
A modelo começa por esclarecer que a experiência como mãe parece um filme baseado em factos, e sempre teve a sensação que, ao completar 30 anos de idade, seria mãe, e sempre achou que seria o máximo partilhar o seu aniversário com filhos, sonho este que se tornou realidade com o nascimento da Athena, em 2021, numa altura em que completou 29 anos de idade. Sentiu-se muito feliz e grata após o parto, foi natural e a recuperação foi mais rápida.
Maria Borges fez saber que tudo na sua vida mudou, a maturidade aumentou, e o desejo de ser mais feliz, ficando mais bonita, vivendo a melhor fase da sua vida. Sobre a filha crescer em Angola, a Top Model diz: “Uma cidadã do mundo como eu, a minha filha também vai seguir as mesmas energias, apesar de nascer em Nova York, Angola-África é onde estão os nossos pensamentos e as nossas raízes”, disse.
Questionada se é mãe coruja, Maria Borges descreve que, por trás duma mãe coruja existe uma irmã-mãe coruja, chama-se Ana Borges, sua irmã responsável pelo seu crescimento desde os 11 anos, ensinando-lhe todos os conhecimentos e experiência de como cuidar de um bebê saudável.
“Aos 19 anos aprendi a cuidar do meu corpo e a mente, claramente que durante a gravidez tive a fisionomia um pouco alterada porque faz parte do processo para receber a bebê. O meu corpo ainda está em transformação, tenho me cuidado a dobrar, não simplesmente por ser modelo, porém, para minha saúde e bem-estar, de uma forma directa ou indirecta vou poder ajudar mulheres que passam pela mesma mudança a levantar a auto-estima delas” explicou.
Durante a entrevista, a Top Model disse que  a razão da escolha do nome da sua primogénita, Athena, deve-se por ter algo que a identifica e pelo significado forte que o nome tem. O nome  é de origem grega e significa Sabedoria, a deusa da Sabedoria.
“Athena está aprendendo Português e Inglês ao mesmo tempo, sem esquecer o sangue forte de Malanjina que ela carrega. Não há dúvidas que com os avós ela vai aprender a falar kimbundu também”, finalizou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui