- Publicidade -

Visit arnan.me
More

    TAAG condena manifestação realizada este sábado por SINPROPNC em Luanda

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    O Conselho de Administração da TAAG – Linhas Aéreas de Angola, SA, reprovou, com veemência, a manifestação realizada este sábado, por membros do Sindicato Provincial do Pessoal Navegante (SINPROPNC), e das declarações por si proferidas, com fito de reivindicar os seus direitos.

    Segundo uma nota, que o PLATINALINE teve acesso, esclarece que em Novembro de 2022, o Conselho da Administração da TAAG, celebrou acordos com todos os sindicatos da companhia, incluindo o SINPROPNC. O acordo celebrado com os sindicatos estabelecia o compromisso de abertura ao diálogo e do uso dos fóruns e reuniões internas que ocorrem mensalmente para consertação e resolução de problemas.

    A nota avança que foi com espanto que a TAAG tomou conhecimento da realização da manifestação do SINPROPNC, realizada hoje, em frente ao Aeroporto Internacional de Luanda, bem como das declarações depreciativas sobre a gestão da companhia que para além de não se coadunarem com a verdade demonstram um amplo desconhecimento a respeito do tema, numa quebra de sentido ético-profissional que se exige da classe.

    “Contrariamente ao que se fez passar para a opinião pública, existe sim uma solução em vigor que consiste no cartão visa pré-pago com as ajudas de custo ao pessoal navegante, sendo que a medida foi acordada com os sindicatos, em reunião realizada no dia 12 de Janeiro de 2023”, realça a nota.

    O documento referi que o Conselho de Administração da TAAG repudia a violação flagrante por parte do SINPROPNC e de todos os colaboradores que ferindo o regulamento interno se permitiram manifestar publicamente usando uniforme, sendo que, de acordo com os regulamentos aplicáveis deve ser unicamente utilizado para os serviços de voo e nos movimentos pendulares casa-trabalho, com expressa proibição de uso nos eventos públicos.

    “Em suma, a TAAG reafirma o seu repúdio ao comportamento desleal e lesivo por parte do SINPROPNC que se traduz no não cumprimento dos acordos assinados, deturpação de dados sobre a TAAG junto da opinião pública e imprensa, cuja postura em nada beneficia o esforço colectivo que todos estamos a empreender para sua sustentabilidade da companhia. Apelamos, por isso, ao regresso à boa relação institucional e diálogo”, concluiu a nota.

    Por: Augusto Hossi

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Henrique Sungo e Filipe Anjos apresentam o seu novo projeto documental intitulado “Aspiracionalismo”.

    Depois de estrear na cidade de Londres, agora é a vez da cidade da Kianda receber a Santano Produções, uma produtora audiovisual do angolano...

    Fábio Hustle admite que namoraria com Malune e revela em Live que teve 14 ex-namoradas

    Por: Helder Lourenço Na noite desta quinta-feira (18), durante uma animada Live no TikTok com a participação de 3-Fine, Elisandra Elly e outros influenciadores, o...

    Conheça Legoo, única plataforma nacional de venda de ingressos que transfere dinheiro dos promotores em 24 horas

    Criar um evento e ver o seu rendimento nunca foi tão fácil, e por esta razão, a “Legoo”, plataforma angolana lançada hoje (18) no...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto