Voluntários se unem para limpar Londres, após tumultos

0
115

Em meio à onda de vandalismo que tem dominado Londres  nos últimos três dias, um grupo de internautas resolveu reunir-se para fazer um movimento contrário: limpar a cidade das marcas deixadas pela depredação. A grande faxina foi organizada por mais de 60.000 usuários do Twitter nesta terça-feira, depois da noite mais violenta da história na capital, segundo a Scotland Yard.

 

Entenda o caso


  1. • No dia 4 de agosto, um homem negro de 29 anos morreu após ser baleado por policiais em Londres. A polícia diz que estava tentando prender Mark Duggan quando ele reagiu, mas há versões que desmentem que a vítima estivesse armada
  2. • Dois dias depois, 120 pessoas se reuniram em uma marcha para protestar contra a morte de Duggan e pedir justiça. Porém, duas horas depois, gangues começaram a atacar policiais e depredar prédios, carros e bancos da cidade
  3. • Desde então, a onda de vandalismo se espalhou por diversos bairros de Londres e chegou até a outras cidades britânicas, com convocações feitas por meio de redes sociais na internet e mensagens de celular

 

Agrupados pelo usuário @riotcleanup (algo como “limpeza depois do tumulto”) e organizados usando a hashtag #riotscleanup, voluntários promoveram encontros para colocar seus bairros em ordem. Munidos de vassouras e rodos, eles se juntaram às equipes de limpeza que já haviam sido mandadas pelos conselhos de alguns dos bairros mais atingidos, como Croydon, Hackney e Enfield.

Celebridades, comerciantes locais e outros cidadãos londrinos agradeciam no Twitter, em mensagens emocionadas, à iniciativa dos voluntários. Usuários também postaram fotos dos mutirões da limpeza. “Nem todos os adolescentes são maus, essa menina comprou vassouras para ajudar no #riotscleanup”, defendia uma usuária. “Essas imagens são de aquecer o coração”, comentava outro.

No Twitter, usuários agradecem a iniciativa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui