Yuri da Cunha lamenta morte de Cesária Évora

0
120

O músico angolano Yuri da Cunha lamentou hoje (domingo),  em Luanda, a morte da cantora cabo-verdiana Cesária Évora, ocorrida sábado na cidade de Mindelo, Cabo Verde.  Yuri da Cunha considerou a morte da “diva dos pés descalços”, como também era conhecida, uma perca insubstituível quer para África, quer para o mundo.

 

 

 

“Cesária Évora representou a voz de África pelo mundo fora, era para nós, a nova geração e os povos lusófonos , uma referência obrigatória , dona de uma voz incomparável”, reconheceu.

 

As canções dela tinham inspiração na amarga história da artista, que perdeu o pai ainda criança  e o sofrimento da população de seu país.

 

A cantora sofria há vários anos de problemas de saúde e chegou a ser submetida a sérias operações, incluindo uma cirurgia cardíaca em Maio de 2010.

 

Considerada como a melhor intérprete da “morna”, a música folclórica típica de Cabo Verde, Cesária Évora morreu aos 70 anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui