ZAP disponível para produzir ficção com apoio de patrocinadores 

0
114

“A zap quer apostar em conteúdos de ficção e como tal, abre os braços a patrocinadores que apoiem financeiramente novos projectos”

 Os altos custos de produção de séries ou telenovelas são uma área de oportunidade para a ZAP.  Durante o Seminário para Produtores de Conteúdos que o Ministério das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação (MINTTICS) organizou em Luanda, a 5 de Agosto, o Director dos Estúdios da ZAP, Jorge Antunes, manifestou abertura total da operadora para estabelecer parcerias com financiadores para novos projectos de ficção.

A ZAP quer apostar em conteúdos de ficção e como tal, abre os braços a patrocinadores que apoiem financeiramente novos projectos. No Seminário para Produtores de Conteúdos, o Director dos Estúdios da ZAP, Jorge Antunes, apontou “os altos custos de produção de ficção” como uma limitante da criação de mais conteúdos do género. No entanto, garante, “a partir do momento em que houver um patrocinador ou financiador, certamente que a ZAP terá todo o interesse em fazer uma telenovela ou série de ficção, mesmo que não esteja nos planos mais imediatos”.

Jorge Antunes sublinhou, por outro lado, que, “ao nível da dimensão da ZAP” a operadora “já produz uma sitcom, ‘No Kubico dos Tunezas’, que é emitido aos domingos e que pressupõe já muitos elementos de uma ficção”.

O Director dos Estúdios da ZAP respondia, desta forma, às perguntas dos jornalistas durante o Seminário para Produtores de Conteúdos, iniciativa do MINTTICS que contou também com a presença de operadoras, canais de televisão e especialistas do sector.

Na alocução no painel “Estrutura e funcionamento das empresas de distribuição de canais”, Jorge Antunes apresentou também todas as áreas que constituem a ZAP, com ênfase no Data Center e do complexo de estúdios de televisão com capacidade de produção de grandes formatos, até 12 horas diárias.

O responsável repassou ainda a estrutura das duas áreas de negócio da ZAP, televisão por satélite e a internet, indicando que, para além da ZAP Fibra, a empresa aposta nos serviços ZAP Empresas e ZAP WiFi.

Com dois canais exclusivos (ZAP Novelas e ZAP Viva) e a oferta de 126 estações de televisão, o mundo ZAP inclui ainda as sete salas do ZAP Cinema, estúdios e unidades móveis de produção,- e a nova área de aquisição e venda de conteúdos, que, segundo Jorge Antunes, “vai explorar a possibilidade de exportar produtos produzidos em Angola pela ZAP a outros países”.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments