- Publicidade -

More

    Volume de negócios do mercado segurador cresceu 13% em 2022

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Os ramos com maior peso relativo continuam a ser o Saúde, o Petroquímica, o Automóvel e

    os Acidentes de Trabalho 

    Luanda, 25 de Abril de 2023 – Segundo um estudo realizado pela ASAN, baseado nos dados de 17 seguradoras num universo de 21 que operaram no mercado em 2022, o volume de negócios (designado por volume de prémios na gíria técnica dos seguros) estimado para o conjunto do mercado foi de 313.549 milhões de kwanzas, representando um crescimento de 12,87% relativamente ao ano anterior.

    Segundo José Correia de Araújo, Director Executivo da ASAN, os prémios destas 17 seguradoras representaram 99,57% da totalidade do mercado em 2021.

    O quadro seguinte reflecte a evolução histórica desde 2017 do volume de negócios das seguradoras:

    Considerando que a evolução do ramo Petroquímica está muito dependente da evolução da cotação do Kwanza em relação ao dólar americano, faz sentido analisar a evolução do mercado sem a contribuição desse ramo na medida em que os outros ramos acompanham mais directamente a evolução da economia.

    Os ramos de seguros com maior quota de mercado foram em 2022 os seguintes: Saúde (38,65%), Petroquímica (15,52%), Automóvel (9,34%) e Acidentes de Trabalho (8,91%).

    A seguir os ramos com maior peso são o de Outros Danos em Coisas, o Incêndio e o de Transportes com um peso conjunto de 13,23%.

    O ramo Vida teve um crescimento extraordinário em 2022 com o desenvolvimento de produtos associados ao crédito ao consumo bancário e aumentou a sua quota de mercado de 2,84% em 2021 para 8,10% em 2022.

    As quotas de mercado estimadas das várias seguradoras em 2022 foi o seguinte:

    No que diz respeito à sinistralidade, considerando os dados duma amostra de seguradoras que representavam 91,98% do mercado em 2021, a taxa de sinistralidade global teve uma redução considerável de 2021 (37,98%) para 2022 (33,18%), essencialmente por causa da redução substancial da sinistralidade dos ramos Petroquímica, Incêndio, Outros danos em Coisas e Transportes.

    Dos outros ramos é de realçar a relativa estabilidade da taxa de sinistralidade do ramo Saúde (59,50% em 2021 e 60,67% em 2022) e o crescimento nos ramos Automóvel (de 35,82% para 45,56%) e Acidentes de Trabalho (de 28,45% para 45,37%).

    As seguradoras que fazem parte deste estudo são as seguintes: Aliança Seguros, BIC Seguros, Confiança, Ensa, Fidelidade, Fortaleza, Giant, Global Seguros, Nossa, Mundial, Protteja, Prudencial, Sanlam, SOL Seguros, STAS, Tranquilidade e Trevo Seguros.

    Sobre a ASAN

    A ASAN é a Associação de Seguradoras de Angola, não tem fins lucrativos e tem como objectivo defender os interesses das Associadas a nível nacional e internacional. Existe desde 2012 e reúne as principais companhias de seguros que operam em Angola e que são: ENSA, NOSSA, GLOBAL, SANLAM, FIDELIDADE ANGOLA, MUNDIAL, BIC SEGUROS, TRANQUILIDADE, FORTALEZA, PRUDENCIAL, SOL SEGUROS, PROTTEJA, ALIANÇA SEGUROS, TREVO SEGUROS, STAS e VIVA SEGUROS.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Africell lança campanha de diversificação de agentes com foco na criação de novos negócios:

    | A Africell está a abrir as suas portas para que empresas e particulares se tornem Agentes de Recargas Electrónicas (EVC) da Africell numa...

    ZAP proporciona momento mágico a mais de 170 crianças de lares Vidas ZAP com o grande “Show do Panda E Os Caricas”.

    Luanda, 11 de Junho de 2024 – No dia 7 de Junho, a ZAP reuniu mais de 150 crianças, na acção Vidas ZAP "Show...

    Guitarrista Texas cobra 50 mil kwanzas para colaborações musicais

    Por: Helder Lourenço O guitarrista angolano Texas revelou, em entrevista ao programa "Dia Alegre" da Platina FM (96.8), que cobra apenas 50 mil kwanzas por...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto