- Publicidade -

More

    “A única coisa que é real na internet é o ódio, ponto, parágrafo, tudo o resto é falso” Noel Gallagher

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    O ex-Oasis acredita que aos músicos está, hoje em dia, vedada a hipótese de progredir naturalmente porque as redes sociais e a internet permitem um sucesso instantâneo.

    Questionado sobre se presta alguma atenção às tabelas de vendas de hoje, Noel respondeu: “Não, é tudo horrível. Só lá está o que vende. Ninguém aposta em desenvolver uma forma de arte ou uma cultura”.

    “Os Queen existiam há quatro anos quando tiveram sucesso pela primeira vez. Os Beatles há dois. Não podes sair da cama aos 16 anos e ser fantástico. Eu não o fui até aos 27”.

    “Os Queen existiam há quatro anos quando tiveram sucesso pela primeira vez. Os Beatles há dois. Não podes sair da cama aos 16 anos e ser fantástico. Eu não fui até aos 27”.

    Noel acrescentou ainda que as redes sociais “mataram tudo”. “A internet alimenta a neurose do mundo”, afirmou.

    “A única coisa que é real na internet é o ódio. Ponto, parágrafo. Tudo o resto é falso. E sinto vergonha de dizer aos meus filhos que a minha geração é que a inventou. E agora não dá para apagar da sociedade”.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Restos mortais de Ângelo Victoriano repousam na Santa Ana

    Os restos mortais do antigo basquetebolista Ângelo Victoriano repousam, desde hoje, quarta-feira, no cemitério do Santa Ana, em Luanda. Ângelo Victoriano, o segundo angolano a...

    Coca-Cola e Química Verde levam água potável à província do Bengo com Biofiltros

    Por Sara Rodrigues Fotógrafo: Joaquim Manuel A Coca-Cola, em parceria com a Química Verde, implementou nesta quarta-feira, 17 de abril, uma iniciativa para proporcionar água potável...

    “O mundo não aprecia coitados nem perdedores”, diz Teresa Sara

    A atual Miss Angola Internacional, Teresa Sara, deixou um conselho para as jovens que a veem como modelo. Em sua abordagem, aconselhou-as a lutar...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto