- Publicidade -

More

    A viver em Portugal, Sandra Cordeiro diz que é difícil fazer música em Angola

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Por: Helder Lourenço

    “Ainda temos estes problemas básicos por resolver, ser pagos pelos streamings a nível nacional e internacional”.

    A artista angolana Sandra Cordeiro, que reside actualmente em Portugal, disse, em entrevista ao PLATINALINE, que não é fácil fazer música em Angola e destaca a falta de retorno daquilo que é investido na produção da arte de combinar os sons.

    A também conhecida como a “rainha do Afro Jazz” contou que o país ainda rebate-se com as questões básicas de direitos de autor, mas está em estúdio a gravar o seu novo álbum que poderá ser disponibilizado ainda este ano.

    “A Sandra Cordeiro está em estúdio, não é fácil fazer música em Angola, porque temos todo um sistema devido à falta de retenção de receitas, a nível de todos os meios de sermos pagos pelos direitos de autor(…). Então ainda temos estes problemas básicos por resolver, ser pago pelos streamings a nível nacional e internacional, só agora entrou em vigor e eu já estou nesta jornada há 15 anos”, disse.

    Apesar do tempo da resolução dos problemas que a cantora considera básicos, tem esperança que num futuro breve as coisas possam melhorar e usufruir (financeiramente) tudo aquilo que fez e continua a fazer em prol da música. 

    “Devagar, devagar com amor vamos semeando e a médio e longo prazo eu e os meus filhos possamos colher os frutos”, disse.

    De recordar que, o director do SENADIAC, Luciaval Gama, fez saber que entrou em funcionamento neste mês de Maio o processo de consulta do pagamento dos direitos de autor que permitirá os músicos angolanos receberem 70% do valor arrecadado sempre que a sua obra for executada em eventos comerciais, festas, restaurantes, concertos e outros.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Evento com Leandro Karnal em Angola Tem Procura de Ingressos Recorde

    A febre pelo conhecimento e desenvolvimento pessoal dispertou muito interesse dos angolanos> ! O evento CONNECT, que traz o renomado historiador, escritor e professor...

    Pedro Gonçalves chega à marca dos 50 jogos com Palancas Negras

    Por: Helder Lourenço O seleccionador Pedro Gonçalves atingiu a marca dos 50 jogos como timoneiro da selecção nacional de Angola e descreve este marco como...

    Sérgio Moikano revela motivos que o levaram a sair do grupo “Deixaram-me no Zango 8 mil, saí de lá de candongueiro às 3h, só...

    Durante uma entrevista feita, recentemente, no programa 'A Tarde é Nossa', da Tv Zimbo, o kudurista angolano Sérgio Moikano revelou verdadeiramente os motivos que...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto