- Publicidade -

More

    Adolescentes angolanas inventam aparelho que detecta paludismo

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Duas adolescentes angolanas estudantes do ITEL, Awa Joaquim Dieme e Adama Joaquim Dieme, inventaram um pequeno aparelho que, com ajuda do computador, ajuda a detectar o paludismo no corpo, sem o método invasívo (retirada de sangue). 

    Ao PLATINALINE, Awa Joaquim Dieme disse que o sistema detector de malária não invasivo funciona utilizando uma luz vermelha capaz de detectar mudanças nos glóbulos vermelhos do sangue e quando esses são atacados pelo plasmodium, impede a luz vermelha.

    “Nós nos concentramos na malária, porque todos nós já fomos afectados por ela, e é deprimente saber que alguém pode morrer pelo tardio diagnóstico, principalmente crianças e mulheres grávidas”, contou. 

    A estudante disse ainda que, para detectar o paludismo, basta o indivíduo inserir o dedo indicador no orifício da máquina e em apenas dois minutos o resultado é enviado ao aplicativo “Sistema Detetor de Malária não Invasivo”.

    Refira-se que, o projecto foi apresentado pela primeira vez no ITEL, na famosa feira tecnológica “Fittel”, como projecto final de curso.

    Para criação do referido projecto, avançou Awa Joaquim Dieme, foram usadas três leis: a espectrofotometria, a lei de beer lambert e o efeito fotoelétrico.

    Por: Augusto Hossi

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Banco Bic abre inscrições para o crescer juntos e homenageia empresas co-investidoras

    O Banco BIC abriu nesta segunda-feira, 17 de Junho, as inscrições deste ano para ONGs, Fundações e Associações que necessitam de recursos financeiros e...

    Clénio & Clésio Gomes são os mais recentes acionistas do Luanda City, equipa recentemente promovida ao Girabola

    Clénio & Clésio Gomes são os mais recentes acionistas do Luanda City, equipa recentemente promovida ao Girabola É com imenso prazer que anunciamos a nossa...

    Jornalista Dalila Prata destaca-se no 21º Fórum Meteoclimatic no Média Workshop em Darmstadt (Alemanha)

    Por: Luizão Cabulo A jornalista angolana Dalila Prata destacou-se no 21º Fórum Meteoclimatic no Média Workshop em Darmstadt, Alemanha, representando Angola e a "TPA online"...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto