- Publicidade -

More

    Agre-G acredita que diferenças do kuduro passado e presente contribuem para que o estilo não chegue às grandes salas

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Despido das vestes de kudurista e actualmente com uma visão mais crítica visando a melhoria do estilo, Geremias Esmeraldo, popularmente conhecido por Agre-G, mostrou-se descontente com vários aspectos negativos que têm vindo a manchar o bom nome do kuduro, desde as danças às letras.

    O dono do hit “Do Milindro”recordou o tempo em que se celebrava o kuduro e destacou que as letras e danças de estímulo negativo têm contribuído em grande parte para que o estilo não chegue às grandes salas de espectáculos e não só.

    “Quinze anos depois, houve um retrocesso neste sentido porque nós dançávamos o kuduro, celebrávamos o kuduro, sem essa negatividade, sem o que estamos a ver agora”, lamentou.

    Para Agre-G, “não podemos generalizar que tudo está mal. Há coisas boas”. Todavia, precisa-se trabalhar com artistas que estão a fazer bem o estilo, no sentido de a classe estar mais unida e forte, para que jovens fazedores em ascensão possam seguir o exemplo.

    O kuduro é um género musical e sobretudo um género de dança originário de Angola, que foi influenciado por outros géneros como Sungura e Rap, tendo se tornado um fenómeno musical em todos os países de língua portuguesa, assim como em outras partes do mundo, pelo que, surge em finais dos anos 80 primeiro como uma dança e com o passar do tempo evoluindo para um género musical.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Governo  pode regular horários de venda e consumo de bebidas alcoólicas

    Angola poderá implementar ainda este ano um período específico para a venda e consumo de bebidas alcoólicas em todo o território nacional. A proposta...

    Maior feira de livros flutuante do mundo chega a Luanda

    A Logos Hope, a maior feira de livros flutuante do mundo, está chegando a Luanda, Angola, pela primeira vez na história da Logos Hope....

    Maior feira de livros flutuante do mundo chega a Luanda

    A Logos Hope, a maior feira de livros flutuante do mundo, está chegando a Luanda, Angola, pela primeira vez na história da Logos Hope....

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto