- Publicidade -

More

    Aline Frazão na Casa das Artes (Talatona)

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Aline Frazão está de volta aos palcos da capital, desta vez com um concerto especial na Casa das Artes, sábado, 23 de setembro. O espectáculo teráinício às 21h00 e será um passeio pelo repertório dos seus três discos, Clave Bantu(2011), Movimento(2013) e Insular (2015). A cantora estará acompanhada por uma banda de luxo, composta por Toty Sa’Med, Nino Jazz, Mayo, Ivan Campillo, Tchilo e Yasmanne Santos.

    Antes de partir para uma nova digressão pelo Brasil e Argentina – que passará pelas cidades de Belo Horizonte, São Paulo, Recife, Rio de

    Janeiro e Buenos Aires -, a cantora vai apresentar ao público luandense um espectáculo único, rodeada de alguns dos melhores músicos

    da cena musical do país.

    Os bilhetes têm o preço de 5.000,00 AKZ e estão à venda na Casa das Artes, na Stromp e através do website Ingresso Prático.

    Aline Frazão é um dos nomes sonantes da nova geração de músicos angolanos. Cantora, compositora, guitarrista e produtora, nasceu e cresceu em Luanda, em 1988, e vive actualmente também em Luanda. Além do seu trabalho musical, a cantora fez parte do painel de cronistas do jornal Rede Angola.

    Em 2011 lançou o seu álbum de estreia, “Clave Bantu”. O disco é composto por um reportório autoral gravado em Santiago de Compostela, Espanha, com os músicos Jose Manuel Díaz e Carlos Freire. Conta ainda com duas parcerias inéditas com os escritores angolanos José Eduardo Agualusa e Ondjaki. “Movimento”, editado em 2013, foi o seu segundo álbum, no que assina a produção musical.

    Desta vez, para além de dar música ao poema “Ronda”, de Alda Lara, Aline Frazão partilha a autoria de “Desassossego” com Carlos Ferreira, letrista, poeta e jornalista angolano. Depois de apresentar o disco em Luanda, vieram as tournées internacionais e desde então, Aline teve a oportunidade de pisar palcos de países como Cabo-Verde, Quénia, Etiópia, Tanzânia, Alemanha, Brasil, Portugal, Suíça, Noruega, Áustria.

    Em 2015, Aline Frazão editou “Insular”, o seu terceiro disco de originais. Gravado na pequena ilha escocesa de Jura, “Insular” conta com a produção do britânico Giles Perring e com a decisiva participação do guitarrista Pedro Geraldes (Linda Martini). Em “Insular” apresentam-se as novas parcerias, com a poetisa angolana na Paula Tavares e a rapper portuguesa Capicua, bem como uma versão de “Susana”, de Rosita Palma, com a participação especial de Toty Sa’Med. A cantora está neste momento a trabalhar no seu próximo álbum, com data prevista de lançamento para o último trimestre de 2018

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Henrique Sungo e Filipe Anjos apresentam o seu novo projeto documental intitulado “Aspiracionalismo”.

    Depois de estrear na cidade de Londres, agora é a vez da cidade da Kianda receber a Santano Produções, uma produtora audiovisual do angolano...

    Fábio Hustle admite que namoraria com Malune e revela em Live que teve 14 ex-namoradas

    Por: Helder Lourenço Na noite desta quinta-feira (18), durante uma animada Live no TikTok com a participação de 3-Fine, Elisandra Elly e outros influenciadores, o...

    Conheça Legoo, única plataforma nacional de venda de ingressos que transfere dinheiro dos promotores em 24 horas

    Criar um evento e ver o seu rendimento nunca foi tão fácil, e por esta razão, a “Legoo”, plataforma angolana lançada hoje (18) no...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto