- Publicidade -

More

    Ana Dias Lourenço defende empoderamento feminino e redução da desigualdade de género no fórum das Primeiras-Damas africanas

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    A Primeira-Dama da República de Angola, Dr.a Ana Dias Lourenço, defendeu esta segunda-feira, 12, em Washington DC, Estados Unidos, num painel com Primeiras Damas africanas que “ao impulsionar o potencial das mulheres empreendedoras com as intervenções e políticas certas África conseguirá retirar milhões de pessoas da pobreza e promover o crescimento económico e atrair investimento.”

    “Para expandir e consolidar o mercado único africano, além do jovens, é crucial contar com as mulheres”, disse Ana Dias Lourenço. “As empreendedoras criam oportunidades de emprego, contribuem para o desenvolvimento das suas comunidades e, a médio-longo prazo, operam na melhoria das condições de vida de todo o continente africano,” explicou a Primeira Dama de Angola.

    O evento “Honrar as Primeiras Damas de África” foi organizado pela Fundação Women United, e reuniu no Smithsonian National Museum of African Art, os Presidentes da Serra Leoa, e da República Centro Africana, e as Primeiras Damas de Angola, Cabo Verde, Serra Leoa, Gâmbia, República Democrática do Congo, a embaixadora Linda Thomas Greenfield, artistas e outras personalidades.

    Durante o Painel de Primeiras Damas, foi debatido o papel da diplomacia cultural de África, o Empoderamento económico das mulheres africanas, importância do investimento em comunidades africanas e a liderança feminina.

    Durante a sua apresentação, a Primeira Dama da República, Dra Ana Dias Lourenço, considerou que é “fundamental reforçar os apoios à mulher rural, melhorando a eficácia de políticas públicas, promovendo mais e melhor educação mais e melhor saúde, acesso às tecnologias, a criação de redes de apoio e incentivo a autonomia destas mulheres e dos seus filhos, nas respectivas comunidades.”

    As Primeiras Damas presentes no Painel interagiram com um diversificado leque de líderes políticos, empresários, artistas, financiadores, entre outros, representando uma variedade de conhecimentos e ideias, mas compartilhando um objectivo comum: promover o desenvolvimento sustentável do continente a partir do empoderamento das mulheres e a redução da desigualdade de género.

    O evento contou igualmente, com homenagens o apoio público das iniciativas das Primeiras Damas, por parte dos Presidentes da República Centro Africana, Faustin-Archange Touadéra, que defendeu a importância do acesso das meninas e mulheres à educação formal. E o Presidente da Serra Leoa, Julius Maada Bio, que condenou a violência baseada no Género.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Henrique Sungo e Filipe Anjos apresentam o seu novo projeto documental intitulado “Aspiracionalismo”.

    Depois de estrear na cidade de Londres, agora é a vez da cidade da Kianda receber a Santano Produções, uma produtora audiovisual do angolano...

    Fábio Hustle admite que namoraria com Malune e revela em Live que teve 14 ex-namoradas

    Por: Helder Lourenço Na noite desta quinta-feira (18), durante uma animada Live no TikTok com a participação de 3-Fine, Elisandra Elly e outros influenciadores, o...

    Conheça Legoo, única plataforma nacional de venda de ingressos que transfere dinheiro dos promotores em 24 horas

    Criar um evento e ver o seu rendimento nunca foi tão fácil, e por esta razão, a “Legoo”, plataforma angolana lançada hoje (18) no...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Visit arnan.me

    Mais como isto