Angélico seguia a mais de 250 km/h quando sofreu acidente fatal

0
175

O jornal “Correio da Manhã” avança que Angélico Vieira seguia a mais de 250 km/h quando se deu o acidente que viria a ser fatal para o cantor e Hélio Van Dunem.

Segundo o Jornal, o um dispositivo incorporado no carro que regista os movimentos do automóvel, não deixa dúvidas que o cantor seguia a 253 km/h. O mesmo dispositivo não registou nenhuma desaceleração antes do despiste, o que significa que Angélico não teve tempo de travar.

A mesma publicação revela que o automóvel se despistou e que a porta do condutor se soltou.

O acidente decorreu a 25 de Junho, na A1 e resultou na morte do cantor, do amigo Hélio Van Dunem e em graves lesões em Armanda Leite, ainda internada no Hospital de Santo António.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui