- Publicidade -

Visit arnan.me
More

    Angolano cria uma ONG para ajudar famílias desfavorecidas nas Filipinas

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Por: Helder Lourenço

    O cidadão angolano Zeferino Fiel da Silva, mais conhecido por “Fiel”, residente há mais de 10 anos nas Filipinas, criou um clube de futebol denominado Kabuscorp De Laguna FC e uma ONG “One Race For Filipino Services Inc”, para ajudar famílias em condições desfavorecidas naquele país do Sudeste Asiático.

    Em declarações ao PLATINALINE, o cidadão angolano formado em Ciências Políticas e História Mundial disse que tem realizado várias actividades de apoio social aos compatriotas e aos cidadãos de outras nações.

    “Acabei fundando uma Organização Não Governamental e esta ONG já ajudou mais de 32 mil famílias aqui em Filipinas, tudo isso com apoio de pessoas que nos seguem nas redes sociais. Nós damos apoios em termos da alimentação, vestuário, medicação e reabilitação de algumas casas (…), tem sido uma benção e um aprendizado para mim também”, revelou.

    Zeferino Fiel Silva, de 35 anos, disse ainda que é patrono de outra ONG sediada em Angola (Unidos Para Servir) com os mesmo fins da “One Race For Filipino Services Inc”.

    “Além da organização que se encontra cá em Filipinas que está legalizada(…), tenho também uma organização lá em Angola e esta organização tem ajudado famílias, instituições e retirar algumas famílias das ruas, fomentar pequenos negócios também para algumas famílias, como a venda de carvão, petróleo e muito mais(…)”, disse.

    E sobre o clube que ganhou o prefixo do emblema do Palanca, presidido por Bento Kangamba, Zeferino Fiel Silva confessou que lhe foi proposto constituir uma equipa nas Filipinas com raízes angolanas, mas as dificuldades financeiras levaram à extinção da equipa em 2015.

    “Terminei a minha formação em 2016, e durante o meu processo de formação criei um clube de futebol na qual foi muito respeitado por cá em Filipinas. Este clube chamou-se Kabuscorp De Laguna FC, Kabuscorp porque queria ter um nome de uma equipa que se encontra em Angola e Laguna por ser a cidade onde eu estudava naquela altura. Foi um clube que esteve na segunda divisão, infelizmente acabou por desistir no ano de 2015, tudo isso porque eu já não podia suportar mais os gastos da mesma equipa”, revelou.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Henrique Sungo e Filipe Anjos apresentam o seu novo projeto documental intitulado “Aspiracionalismo”.

    Depois de estrear na cidade de Londres, agora é a vez da cidade da Kianda receber a Santano Produções, uma produtora audiovisual do angolano...

    Fábio Hustle admite que namoraria com Malune e revela em Live que teve 14 ex-namoradas

    Por: Helder Lourenço Na noite desta quinta-feira (18), durante uma animada Live no TikTok com a participação de 3-Fine, Elisandra Elly e outros influenciadores, o...

    Conheça Legoo, única plataforma nacional de venda de ingressos que transfere dinheiro dos promotores em 24 horas

    Criar um evento e ver o seu rendimento nunca foi tão fácil, e por esta razão, a “Legoo”, plataforma angolana lançada hoje (18) no...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto