- Publicidade -

More

    Anna Joyce enche Cine Atlântico no seu primeiro show e emociona-se

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Por: Nelma Inglês

    Fotos: Edueni António

    Gritos, assobios, aplausos, muita emoção e o principal, casa cheia. Este foi o cenário que dominou o primeiro grande show da cantora Anna Joyce, realizado neste sábado, 29 de Julho, no cine Atlântico.

    Trajada de vermelho e preto, acompanhada da sua banda e bailarinos, a rainha da “Bom Som” deu abertura ao espectáculo com o seu sucesso “Louca”, tema que foi cantado por todos os presentes com muita euforia. A cantora, emocionou-se com a recepção do público.

    “Não contava, sinceramente não esperava que o cine Atlântico fosse estar assim, sei que os shows não se começam com agradecimentos, mas quero agradecer a “Bom Som” pela ousadia”, disse Anna Joyce em palco, com os olhos molhados de lágrima.

    Anselmo Ralph, John Ramos, Nsoki, Landrick, TRX, Puto Prata, Mestre Ndangui, Mona Nicastro, Santiego, Dj Noturno e muito mais, garantiram a animação dos fãs da autora de “Te Amar”.

    Para o CEO da Bom Som, Anselmo Ralph, “Fé” é a palavra indicada para justificar o sucesso que foi o show de Anna Joyce, quando questionado sobre a esperança que a produtora teve em ver a casa cheia.

    “A Anna Joyce teve receio quando removemos as cadeiras no local e eu lhe disse confia Joyce, acredita em Deus que vai dar tudo certo. Nós não esperávamos ver o Atlântico cheio, mas conseguimos, foi só mesmo fé”, reforçou.

    O dueto da anfitriã da noite com o seu mentor, foi reservado para o final, com a música que lançou Anna Joyce, depois de ter escrito a resposta “Curtição”.

    Depois do final do show, a equipa “Bom Som”, satisfeita, reuniu-se para agradecer a Deus com louvores de Glória.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Evento com Leandro Karnal em Angola Tem Procura de Ingressos Recorde

    A febre pelo conhecimento e desenvolvimento pessoal dispertou muito interesse dos angolanos> ! O evento CONNECT, que traz o renomado historiador, escritor e professor...

    Pedro Gonçalves chega à marca dos 50 jogos com Palancas Negras

    Por: Helder Lourenço O seleccionador Pedro Gonçalves atingiu a marca dos 50 jogos como timoneiro da selecção nacional de Angola e descreve este marco como...

    Sérgio Moikano revela motivos que o levaram a sair do grupo “Deixaram-me no Zango 8 mil, saí de lá de candongueiro às 3h, só...

    Durante uma entrevista feita, recentemente, no programa 'A Tarde é Nossa', da Tv Zimbo, o kudurista angolano Sérgio Moikano revelou verdadeiramente os motivos que...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto