- Publicidade -

More

    Apresentador Teka Kanga: "Tornei-me o homem mais feliz do mundo

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

     

    Após ser premiado como o melhor apresentador de entretenimento de 2014 na Gala Angola 35 Graus” O Apresentador Teka Kanga contou em entrevista que se tornou no homem mais feliz do Mundo.

    Esperava receber este prêmio?

    Não absolutamente, eu não tinha sido convidado ao evento como candidato, e quando foi anunciado o meu nome, tornei-me o homem mais feliz do mundo, foi extraordinário receber este prêmio, foi algo tão inesperado que não paro de pensar a este momento subliminar que tive a oportunidade de viver.

    Depois de muitas críticas nas redes sociais e pelos telespectadores pela forma de apresentar, finalmente o seu trabalho foi reconhecido, qual é o sentimento?

    As críticas fazem parte da nossa profissão, nós artistas que lidamos com a exposição mediática temos que estar plenamente conscientes do lado positivo ou negativo desta profissão. Nunca desmoralizei pelas criticas por um simples motivo científico e estatístico, se em qualquer rede social criticasses o apresentador Teka kanga a adesão iria ser maciça. Isto queria dizer que as pessoas sabiam quem eu era e de qualquer forma eu criava alguma curiosidade.

    O meu trabalho é trazer audiência aos programas, e tudo ficou mais esclarecido e confirmado quando as estáticas sobre o primeiro programa apresentado por mim em Angola ( Zimbando), foi considerado o programa com mais audiência da TV zimbo com o 36% de share no total e terceiro a nível do país, a sua frente só estava o programa Tchilar e em primeiro lugar o Telejornal da TPA 1. Fui considerado no mesmo ano 2013 o apresentador preferido da TV Zimbo e o oitavo Apresentador mais amado do país, nenhum Apresentador da TV zimbo fez parte desta especial classifica.

    Este prêmio acaba por ser uma resposta a todos aqueles que o criticam?

    Não! Este é um prémio ao sacrifício feito por mim e os meus colegas , eu não vivo um sentimento de vingança, porque eu escolhi uma forma de apresentar e uns formatos de programas bastante polêmicos, fora do país são chamados programas extravagantes, e sempre tive consciente que poderia ser severamente criticado.

    Este prémio é um incentivo para continuar a trabalhar?

    Certamente, os prêmios ajudam psicologicamente neste sentido e reforçam as minhas crenças as minhas ideais sobre como têm que ser desenvolvido este trabalho.

    A quem dedica este prémio?

    Ao meu pai que não está mais no mundo dos vivos, a minha família, a minha namorada e a minha ex televisão que mais concretamente é a TV Zimbo e os meus antigos colegas, este é na verdade um prémio de equipa.

    Teka kanga anda algum tempo sumido da TV, o que se passa, o que tem feito fora da TV?

    Bem como pode entender da minha precedente resposta, eu não faço mais parte da família televisiva da TV zimbo, e durante este ultimo mês aproveitei para produzir alguns programas pilotos, visto que tinha muitos guardados e por falta de tempo não consegui desenvolver.
    Estou a preparar o meu disco, estou a colaborar com escritor Esmeraldo Batista escrevendo sobre algumas técnicas de apresentação que eu acabei chamando a teoria Com k, e em fim estou a escrever um musical teatral.

    Se não fosse o vencedor do prêmio melhor apresentador de entretenimento, quem venceria este prémio, na sua opinião?

    Wau grande pergunta… no meu ponto de vista: Pedro Nzagi, Kitengo Kunga e a Dina Simão

    Porquê é que já não faz parte do elenco da TV Zimbo?

    Porque depois de encerrarem os dois programas de maior audiência da TV zimbo, tudo tornou-se mais tenso e não encontrando um meio termo a Direção da TV Zimbo achou justo não renovar o nosso contrato profissional.

    Agora vai trabalhar para quê televisão?

    Actualmente não tenho nenhuma oferta, não fiz questão de informar a Media porque ainda não era oficial a minha saída, fui informado somente a um mês, e porque precisava de tempo para produzir os meus programas pilotos.

    Acha que este é o início de uma carreira cheio de prémios?

    Espero bem que sim, mas não é assim tão fácil, o mercado televisivo está a tornar-se muito competitivo, os apresentadores são muito talentosos e os programas mais trabalhados. Para tornar novamente a vencer um prémio terei que dobrar o esforço.
    Mas lembre-se sempre a maior vitória são os dados estatísticos, sem audiência nós apresentadores não somos nada!

     

    Texto: Vídia António

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Henrique Sungo e Filipe Anjos apresentam o seu novo projeto documental intitulado “Aspiracionalismo”.

    Depois de estrear na cidade de Londres, agora é a vez da cidade da Kianda receber a Santano Produções, uma produtora audiovisual do angolano...

    Fábio Hustle admite que namoraria com Malune e revela em Live que teve 14 ex-namoradas

    Por: Helder Lourenço Na noite desta quinta-feira (18), durante uma animada Live no TikTok com a participação de 3-Fine, Elisandra Elly e outros influenciadores, o...

    Conheça Legoo, única plataforma nacional de venda de ingressos que transfere dinheiro dos promotores em 24 horas

    Criar um evento e ver o seu rendimento nunca foi tão fácil, e por esta razão, a “Legoo”, plataforma angolana lançada hoje (18) no...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto