- Publicidade -

More

    BAI encerra temporariamente dependência Kikolo para manutenção correctiva

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    O BAI – Banco Angolano de Investimentos S.A informa que, por motivos de manutenção correctiva, estará encerrada temporariamente a Dependência Kikolo, no período de 1 de Fevereiro a 15 de Abril de 2021.
    Assim, por forma a garantir a continuidade das suas operações, informamos aos clientes da referida Dependência que poderão ser atendidos na seguinte alternativa:
    ▪ Agência Ngola Kiluange, sita na rua N ́gola Kiluange, n.o 25, bairro Hoji-Ya-Henda, Luanda; Adicionalmente, informamos que poderão usar também a Linha de Atendimento BAI (todos os dias úteis,
    feriados e fins de semana):
    • (+244) 222 693 890 | (+244) 226 420 990
    Podem ainda efectuar as suas operações pelo canal mobile banking – BAI Directo – disponível 24 horas por dia.
    Ciente dos transtornos causados, o BAI manifesta antecipadamente os agradecimentos pela compreensão e confiança depositada pelos seus clientes, prometendo continuar a servir com zelo e dedicação e a garantir a comodidade e segurança do atendimento nas suas dependências.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Henrique Sungo e Filipe Anjos apresentam o seu novo projeto documental intitulado “Aspiracionalismo”.

    Depois de estrear na cidade de Londres, agora é a vez da cidade da Kianda receber a Santano Produções, uma produtora audiovisual do angolano...

    Fábio Hustle admite que namoraria com Malune e revela em Live que teve 14 ex-namoradas

    Por: Helder Lourenço Na noite desta quinta-feira (18), durante uma animada Live no TikTok com a participação de 3-Fine, Elisandra Elly e outros influenciadores, o...

    Conheça Legoo, única plataforma nacional de venda de ingressos que transfere dinheiro dos promotores em 24 horas

    Criar um evento e ver o seu rendimento nunca foi tão fácil, e por esta razão, a “Legoo”, plataforma angolana lançada hoje (18) no...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto