Por: Leo Bernardo

Black Cheno é o nome de um angolano versátil que olha com esperança o presente da música angolana e prevê um futuro grande aos artistas da nova guarda.

Ao PLATINALINE, Black Cheno contou que a sua capacidade versátil e criativa fá-lo crer e ver um futuro de grande impacto para o mercado da música. “Canto Kuduro, mas na verdade considero-me um artista versátil, e com essa dinâmica que quero alegrar aqueles que seguem o meu trabalho, o público tem sido minha maior motivação e o feedback dos meus feitos é muito positivo, que não me vejo parar de alegrar. Na minha visão, o nosso mercado está a surpreender a todos, tem muitos bons talentos, jovens que cantam com a alma e letras muito bem elaboradas, infelizmente os apoios e oportunidade de exposição de talentos é que são escassas, mas acreditamos em dias melhores para a nossa praça, em especial aos novos valores da música angolana que todos os dias dão no duro para uma posição boa dentro do mercado, é sensato dizer que a demanda de novos bons artistas a surgir é a prova de um futuro promissor para o nosso mercado“, disse.

Em relação a projectos para o futuro, o músico revelou que tem buscado preparação interna para posteriormente apresentar trabalhos de qualidade ao público. “Não sou alguém com pressa para lançar álbum, penso que o certo é preparar-me para oferecer um bom trabalho, realizar bem a minha tarefa, essa sim é a minha maior preocupação como artista”, finalizou.