BODIVA desmaterializa as suas acções na CEVAMA

0
160

É missão da Bolsa de Dívida e Valores de Angola (BODIVA), para além de desenvolver um mercado regulamentado de valores mobiliários e derivados, como fonte complementar de financiamento à economia angolana, promover a sã concorrência dos mercados pela divulgação clara, rigorosa e tempestiva da informação indispensável para a tomada de decisões financeiras.

No âmbito do programa de implementação do seu plano de acção 2020-2021, sob o lema “Rumo a uma sociedade aberta”, a BODIVA, vem por via da presente, dar a conhecer à sociedade em geral, que desmaterializou as suas acções na Central de Valores Mobiliários (CEVAMA®️).

Este é o primeiro passo que irá proporcionar a abertura do capital da sociedade, de acordo com o Programa de Privatizações (PROPRIV), e que determinará a observância, com o rigor que actualmente aplica, das regras de governo e relato financeiro.

Neste espírito, e tendo no seu ADN a adopção das boas práticas de governo societário (corporate governance), basilares para a preparação de uma sociedade de capital aberto, a BODIVA vem, pela presente nota, prestar esclarecimento público quanto às informações postas a circular sobre o acto de nomeação de um dos Membros da Comissão Executiva e do Conselho de Administração.

A nomeação, em Março de 2020, da Administradora Executiva Cristina Lourenço, surgiu da necessidade de completar a composição do Conselho de Administração na sequência da resignação de um dos administradores da BODIVA.

O percurso e empenho enquanto colaboradora da BODIVA entre 2014 e 2016, e a capacidade de gestão demonstrada no processo de criação e implementação de uma unidade de estrutura no Ministério das Finanças, estiveram na base da decisão desta Comissão de convidar o antigo quadro para assumir a função. Um regresso à casa.

Assim, à excepção do seu Presidente, a Comissão Executiva em funções desde Novembro de 2019 é composta exclusivamente por quadros da BODIVA, de competência académica e sobretudo profissional comprovada, que desde a sua constituição dedicaram e dedicam o seu saber, aptidão e zelo rumo em prol da consolidação do mercado de capitais angolano.

Relativamente aos procedimentos legais, importa referir que enquanto sociedade anónima de domínio público, que se rege pelas normas aplicáveis às sociedades anónimas, os membros dos Órgãos Sociais, no qual se inclui o Conselho de Administração, são eleitos por deliberação unânime em sede da Mesa da Assembleia Geral.

Para consulta pública, estão disponíveis no website da instituição www.bodiva.ao toda informação sobre a sociedade e os mercados por si geridos.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments