Bonga considera ser mais fácil actuar em França e Estados Unidos da América do que em Angola

0
237

O conceituado músico José Adelino Barceló, ou simplesmente Bonga, dono de vários sucessos e uma referência inquestionável da música angolana, lamentou o facto de receber poucos convites para actuar em Angola, diferente de outros países que acolhem-no nos mais variados espectáculos.

O autor de “Mona Ki Ngi Xica” contou, ao Jornal Metropolitano da capital angolana, que não realiza grandes concertos na terra natal por escassez de convites, ou seja, os organizadores de eventos em Angola não chamam “O Cota” para fazer apresentações nas actividades. Bonga, por sua vez, exprimiu a sua tristeza com uma comparação de doer o coração: “É mais fácil ir cantar em França ou nos Estados Unidos da América do que em Angola.”

Vale lembrar que Bonga esteve vários anos sem pisar no país e teve o seu regresso em 2018 para fazer dois espectáculos na Casa da Música. Na altura, o ícone da música Angola afirmou que veio ao país com “um pé à frente e outro atrás.”

Por: Sérgio Flávio

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments