Bruce Springsteen vende catálogo musical por US$ 500 milhões

0
73

O músico Bruce Springsteen vendeu os direitos autorais e de publicação musical do seu catálogo à Sony Music num negócio que rondou os 500 milhões de dólares, o equivalente a 443 milhões de euros.

A venda milionária dará à editora a propriedade de todo o catálogo da lenda do rock, incluindo aqueles que foram, respetivamente, 15 e cinco vezes álbum de platina, “Born In The USA” e “The River”, avançou a revista “Billboard”, na quarta-feira. Ao todo, a carreira do artista norte-americano conta com mais de 300 canções, 20 álbuns e sete EP.

O acordo entre Sony e Springsteen acontece um ano depois de Bob Dylan ter vendido também os direitos da sua obra de mais de 600 canções por 300 milhões de dólares (cerca de 266 milhões de euros) à Universal Music Group.

Segundo a agência noticiosa Reuters, nem a Sony nem o músico reagiram ainda à notícia.

Com o negócio avante, Bruce Springsteen junta-se, assim a Dylan, e ainda a Neil Young, Paul Simon ou Stevie Nicks que também venderam direitos sobre a sua música.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments