- Publicidade -

More

    CaixaBank pretende desfazer-se de participação no Banco angolano BFA, afirma CEO

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    O CEO Gonzalo Gortazar, do CaixaBank, afirmou que a instituição espanhola não tem interesse em manter sua participação no Banco de Fomento Angola (BFA), conforme reportado pela “Reuters”.

    Gortazar destacou que, do ponto de vista estratégico, não há interesse em manter a atual participação no banco angolano. Ele também afirmou que o CaixaBank informará as autoridades locais antes de qualquer decisão de desinvestimento.

    Atualmente, o CaixaBank, por meio do Banco BPI, possui uma participação indireta de 48,1% no BFA, enquanto os restantes 51,9% pertencem à Unitel, uma empresa estatal angolana de telecomunicações móveis.

    Desde 2017, o Banco BPI tem tentado, sem sucesso, vender sua participação no BFA, seguindo a recomendação do Banco Central Europeu (BCE) para reduzir sua exposição ao risco em Angola.

    O CEO reforçou que todas as ações serão realizadas com o conhecimento e acordo do Estado angolano.

    Em 2023, o BPI suspendeu a venda de sua participação no BFA devido à forte desvalorização do kwanza em relação ao dólar.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Reportagem do Novo Jornal denuncia manipulação de notas no ISCED-Luanda

    O Instituto Superior de Ciências da Educação (ISCED) de Luanda está no centro de um escândalo após revelações de manipulação de resultados em exames,...

    PCE da GIANT Seguros, Dr. Helder Jorge, destaca importância das tecnologias no setor de Seguros em Angola em entrevista televisiva

    O Presidente da Comissão Executiva da GIANT Seguros, Dr. Helder Jorge, foi destaque em uma entrevista televisiva concedida ontem, segunda-feira, onde abordou a relevância...

    Gelson Quintas fecha agenda de eventos anual com Golden BET

    A Golden BET  anunciou hoje assinatura do acordo com   Gelson Quintas.A partir de agora, o organizador de eventos terá seus pacotes de eventos fortalecidos...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto