- Publicidade -

More

    Cantora Jess Carmo busca oportunidade e reconhecimento da carreira artística

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Por: Stella Cortêz

    Tornar-se numa cantora reconhecida em Angola e no mundo é o sonho de Jeruzia Eliandra do Carmo “Jess Carmo”, jovem natural da província do Huíla, que ao microfone do PLATINALINE falou sobre a inserção no mundo artístico, inspirações, desejos e projectos futuros.

    Calmamente, Jess começa por esclarecer que a descoberta da veia musical surge em 2018, por incentivo dos familiares e amigos que gostavam de lhe ver cantar.

    “Em 2019, quando decidi participar no concurso Unitel Estrelas ao Palco, onde infelizmente não tive boa aceitação dos jurados, decidi não adiar o meu sonho, levantei a cabeça, coloquei a mão na massa e segui firme à busca da minha carreira artística. Como cantora, tenho crescido consideravelmente de um modo que espero alcançar uma possibilidade que me ajude a ganhar espaço no ramo artístico e ter o reconhecimento a nível nacional e internacionalmente”,  contou.

    Apesar de ter já ter algumas músicas lançadas, entre as quais, “Segue o meu compasso” e “Te amar”, a cantora que busca inspiração em nomes como Yola Semedo, Beyoncé e Rihanna, tem enfrentado dificuldades que, no entanto, define como provação para a sua própria evolução.

    “Arriscar numa carreira musical em Luanda não é fácil. Quando cheguei aqui, foi difícil adaptar-me, porque tudo era novidade, mas agora sinto que as coisas estão minimamente calmas e posso assegurar que já me adaptei à rotina da capital. Contudo, umas das maiores dificuldades nesta fase pandémica com o cancelamento dos concertos e shows está na divulgação dos meus trabalhos em algumas cadeias televisivas que ainda estão fechadas para momentos de actuação”, confessou.

    Jess reiterou,igualmente, um apelo aos CEOs das produtoras, sobre a possibilidade de uma parceria de agenciamento musical.

    “Sozinha, quase não se faz nada, porque a caminhada não é fácil, mas não é impossível, porém com o apoio de uma produtora, o trabalho fica completo. Contudo, depois de sentir que o meu trabalho já tem algum reconhecimento, aí poderei pensar na possibilidade de disponibilizar um EP ou mesmo um álbum.”

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Restos mortais de Ângelo Victoriano repousam na Santa Ana

    Os restos mortais do antigo basquetebolista Ângelo Victoriano repousam, desde hoje, quarta-feira, no cemitério do Santa Ana, em Luanda. Ângelo Victoriano, o segundo angolano a...

    Coca-Cola e Química Verde levam água potável à província do Bengo com Biofiltros

    Por Sara Rodrigues Fotógrafo: Joaquim Manuel A Coca-Cola, em parceria com a Química Verde, implementou nesta quarta-feira, 17 de abril, uma iniciativa para proporcionar água potável...

    “O mundo não aprecia coitados nem perdedores”, diz Teresa Sara

    A atual Miss Angola Internacional, Teresa Sara, deixou um conselho para as jovens que a veem como modelo. Em sua abordagem, aconselhou-as a lutar...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Visit arnan.me

    Mais como isto