Inicio Unitel Música Carlos Ernesto deseja conquistar o mercado musical angolano e além-fronteira

Carlos Ernesto deseja conquistar o mercado musical angolano e além-fronteira

Por: Stella Cortêz

Por inspiração de Anselmo Ralph e outros artistas, ele tenta exprimir os seus sentimentos através da arte. Carlos Ernesto é um jovem cantor, que ao PLATINA LINE falou sobre os desafios e desejo de conquistar um lugar no mercado musical.

O músico conta que a sua família tem dado todo o suporte na promoção e divulgação da sua carreira. Trabalhando por conta própria, afirma que são várias as dificuldades encontradas no caminho.

“Trabalhar no mercado musical angolano é um pouco complicado, porque para além de apresentar temas com qualidade, os artistas precisam ter uma base de trabalho muito bem estruturada. Graças a Deus, tenho uma mãe que muito luta pelos sonhos dos filhos, até agora tem sido a minha maior influência. Para as canções, busco inspiração em nomes como Anselmo Ralph, Matias Damásio, porque, na minha opinião, são artistas que trazem na bagagem uma certa responsabilidade no que concerne à composição de conteúdos musicais”, disse o novo talento, salientando que, se tivesse a oportunidade de fazer um dueto com artistas da nova escola, não descartaria a possibilidade de cantar com Rui Orlando, Cef Tanzy e Lil Saint.

À propósito das novidades para os meses que se seguem, Carlos garante que não tem previsão de disponibilizar um álbum discográfico tão cedo. “Pretendo, ainda, firmar o meu nome no mercado, lides, pistas de dança, e programas televisivos e radiofónicos.”

“Estou agora em estúdio a gravar a nova música intitulada ‘O Bruxo’, um composição que conta a história de um idoso que dedicou a sua juventude a criar e educar os filhos até à idade adulta, e, no final, é acusado de feitiçaria pelos filhos. Esta é uma das várias músicas que irei disponibilizar nas redes sociais, sem cogitar um álbum, por agora, quero deixar que as pessoas conheçam o Carlos Ernesto.”

Noticia realacionada

Leia tambem