- Publicidade -

More

    Charles Bois Poaty abriu o baú:“Esses cantores que foram condecorados não chegam nos meus calcanhares”

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Em entrevista exclusiva ao PLATINALINE, o Kimbandeiro e cantor angolano Charles Bois Poaty decidiu abrir o seu coração ao afirmar que nenhum dos cantores que foram condecorados pelo Presidente da República João Lourenço são merecedores de tal acto.

    Entristecido, Charles Bois Poaty explicou que ele foi o artista que mais cantou pela reconciliação nacional de Angola.

    “Esses cantores que foram condecorados não chegam nos meus calcanhares, não há nenhum cantor sobre a paz em Angola que chegue nos meus calcanhares, eu falo isso de cara, não chegam. Nenhum cantor, depois da independência, cantou mais sobre a paz em Angola (…) Todos eram medrosos não queriam cantar unidade, só queriam cantar para um lado, eu cantava para unidade nacional… eu fui condecorado pelo presidente José Eduardo dos Santos, na cidade alta, recebi um diploma em 2000, ele reconhecendo que sou um grande cantor da paz, eu ganhei o prémio da UNAC, a melhor música sobre as eleições de Angola…Concorreram 126 cantores… isso tudo está escondido”, lamentou.

    O espiritualista de 70 anos de idade contou que foi um dos primeiros a chegar a Luanda, e na altura tudo era mata, onde fazia as suas necessidades maiores.

    “Eu tenho 70 anos, nós somos os primeiros angolanos a chegarmos aqui um ano depois da independência. Eu encontrei Luanda capim, da FTU até Viana era mata. Eu ia cagar lá, eu ia caçar os pássaros lá, quem vai me contar a história de Luanda ou de Angola mas do que eu? Se eu cresci aqui?”, culminou.

    Por: Sara Rodrigues

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Shopping fortaleza incentiva as crianças a adoptarem práticas sustentáveis

    Com o objectivo de educar e entreter as crianças neste mês especial, o Shopping Fortaleza disponibilizou gratuitamente uma série de actividades que promovem valores...

    Passing Toloba pede ao Presidente da República que institua o Dia Nacional do Kuduro em Angola: “Por favor”

    Por: Sara Rodrigues Através dos microfones do PLATINALINE, o controverso kudurista Passing Toloba apelou ao Presidente da República, João Manuel Gonçalves Lourenço, para instituir uma...

    Eduardo Paim “chora” após singela homenagem de Calado Show

    Por: Helder Lourenço O consagrado Rei da Kizomba, Eduardo Paim, emocionou-se ao ser homenageado num evento intimista em Luanda pelo humorista Calado Show. Com palavras...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto