- Publicidade -

More

    Chicoica desmente alegações contra Tony Amado “A minha grande luta não é tirar o grande valor de Tony Amado”

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Após inúmeros rumores nas redes sociais que sugeriam que o kudurista Chicoica afirmou que o estilo musical “Kuduro” não foi criado por Tony Amado, mas sim por um cubano, o cantor entrou em contacto com a redacção do Platina Line nesta Quinta-feira (8) e desmentiu todas as alegações.

    Durante a entrevista, crítico de kuduro e historiador do mesmo, Chicoica desmentiu e explicou tudo, esclarecendo que nunca teve a intenção de manchar o legado do seu homólogo. Seu principal objectivo é buscar a verdadeira história da criação e surgimento de um dos maiores estilos que representam Angola no mundo.

    “Dizer que em Angola as pessoas não gostam que contem uma história inversa à que já conhecem, infelizmente, esta é a realidade do país. Isso é uma informação falsa; em nenhum momento afirmei nada sobre isso”, começou por explicar.

    Ao longo da entrevista, o cantor mencionou vários nomes que fizeram parte da génese do estilo, afirmando que são os precursores e que Tony Amado ganhou destaque por nomear e criar a dança.

    “Tony Amado não criou o Kuduro sozinho. Antes dele, houve outros que tocavam e já faziam o trabalho de base. Ele fez algo muito importante para o Kuduro, que foi criar a identidade para o estilo. Minha grande luta actualmente não é tirar o valor de Tony Amado, mas sim falar e reconhecer os outros intervenientes, como Bruno de Castro, Dj João Reis, Madabaya, Camilo Mucunge, MGM Zangado, Eduardo Paim e Maya Cool. Eles foram os criadores na época da famosa batida”, revelou o artista.

    É importante mencionar que Chicoica está em processo de preparação de um livro que irá abordar toda a história do estilo, intitulado “Kuduro: o estilo que o gueto roubou da cidade”.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    BPC Alcança Lucro de 105,8 Mil Milhões Kz em 2023 Após 7 Anos de Prejuízos

    Após um período de sete anos enfrentando prejuízos, o Banco de Poupança e Crédito (BPC) conseguiu encerrar o ano de 2023 com um resultado...

    Tunjila Tuajokota lamenta falta de convites em eventos: “já não nos querem convidar”

    O grupo musical folclórico angolano, Tunjila Tuajokota, expressou, em entrevista ao Platinaline, nesta Quinta-feira (29) de Fevereiro, a sua preocupação com a falta de...

    Carlos Morais fala sobre a Possibilidade de Voltar a Jogar pela Seleção Nacional: “Se Eu Tivesse a Oportunidade, Eu Iria”

    Há quase um ano sem vestir a camisola da seleção nacional sénior masculina de basquetebol, o que tem gerado debates entre os analistas desportivos,...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto